Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Deus Não Vai Responder!!

Graça e Paz à todos!!

Reflexão do dia:

"Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido." João 15:7

Podemos crer que o ponto essencial de João 15:1-8 é: "a clara dependência dos ramos em relação à videira para que continuem tendo vida".
O ramo não produz fruto se não permanecer na videira, assim nós, também não podemos dar fruto, se não permanecermos em Jesus, a Videira Verdadeira.
Então... Como o SENHOR nos responderá se não permanecermos nEle, e nem suas palavras em nós? O fator determinante para que a nossa oração seja respondida, é: permanecer em Jesus e as suas palavras permanecerem em nós. Questionamos muitas vezes os fatores externos, e assim buscamos culpar alguém ou alguma coisa, quando na verdade, Deus não nos responde porque não estamos vivendo conforme a Suas Palavras. Em outras palavras, é necessário vivermos em obediência às Palavras de Jesus, isso sim significa que Suas Palavras PERMANECEM em nós.
Não estou aqui abordando a questão "tempo", ou "vontade" de Deus, pois sabemos que isso faz parte do Seu Trabalhar, mas sim, O QUE ESTÁ EM NÓS QUE NOS IMPEDE DE RECEBER O QUE PEDIMOS. Peçam o que quiserem, e lhes será concedido, disse Jesus, mas isso TEM uma CONDIÇÃO: se permanecermos nEle e as suas palavras em nós.
Quantas vezes oramos, clamamos, fazemos campanhas, choramos, sem ao menos analisarmos como está a nossa vida perante a Palavra de Deus! Queremos que ele faça o que pedimos, mas olhando para nós, nos achamos incapazes de fazer a Sua Vontade. Usamos sempre a expressão: a carne é fraca.
Não somos capazes de dar fruto por nós mesmos, mas graças à Jesus, a Videira Verdadeira, que nos capacita a isso. 

A Verdade é, que: há fatores que determinam as respostas para as nossas orações. Atentemos à isso!
Deus está disposto a nos abençoar... Ele está disposto a nos conceder o que pedimos, mas... Antes de tudo, precisamos estar dentro dos "requisitos" deixados por Jesus. Amem?


Que o SENHOR, segundo as suas misericórdias, vos continue abençoando, em nome de Jesus! Amem! 

quinta-feira, 6 de abril de 2017

"Pecando Contra o Templo de Deus"

Graça e Paz da parte do Eterno à todos!!


"Pois fostes comprados por alto preço; portanto, glorificai a Deus no vosso corpo." (1Co. 6:20)


Como você se sentiria se chegasse no Templo do SENHOR, e se deparasse com o pastor exibindo conteúdos pornográficos, como imagens, filmes, mensagens, etc?

Vamos lá...
Muitas vezes zelamos mais da estrutura física a qual chamamos de " Templo do SENHOR", "Casa de Deus", "Lugar de Adoração", do que na verdade do Único Lugar onde Deus, por meio do seu Espirito Santo, HABITA - NÓS MESMOS. Quantos que na estrutura física - Templo do SENHOR - reverencia, canta, adora, honra, ao SENHOR, e fora não age da mesma forma. Quando se está longe do Templo, fora do culto, tem um comportamento diferente. Longe dos olhares humanos se entrega à pornografia, suas conversações corrompem quaisquer um que a ouve, mas quando é dia de ir ao Templo, vira o/a santo(a), o profeta, o vaso. 
Julgar, eu? Este não é o meu objetivo! Mas, nós precisamos entender e viver o seguinte: se nós não honrarmos a Deus no nosso corpo, que é Templo e Morada do Seu Espirito Santo, de que valerá honrar no Templo feito por mãos de homens? Disse o apostolo Paulo aos coríntios: "(...), glorificai a Deus no vosso corpo.", logo, temos que buscar viver uma vida de santidade a partir do nosso coração, da nossa mente.
Todo o cristão deve aprender a valorizar o seu corpo como Lugar Sagrado, pois Deus habita dentro dele. Se nós nos entregamos à imoralidade sexual, logo estaremos "Pecando Contra O Templo de Deus" que somos nós. Para alguns, chegar no Templo físico e exibir qualquer conteúdo pornográfico é uma afronta a santidade de Deus, mas não para atentar que, se lá no quarto escuro, debaixo do lençol, o dito cristão estiver vendo fotos, vídeos, mensagens pornográficas, vai está PROFANANDO o Santuário de Deus, que é o seu corpo.
Pornografia é pecado! Tem casais cristãos que, antes de terem relações sexuais, assistem filmes pornôs, e em algumas vezes parte do marido, para se inspirar e fazer o mesmo com a sua esposa. Isso é uma desonra ao próprio corpo e ao corpo do cônjuge, sem falar da desonra ao Templo e habitação de Deus, que é o corpo do crente.
Solteiros, sejam jovens ou não, que usam suas mão para profanar o Templo e a Morada de Deus, masturbando-se para satisfazer-se.
É possível vencer a pornografia? SIM!! Se o casal não despertar para Deus, e FUGIR da imoralidade sexual - da pornografia -, vão auto se destruir; da mesma forma os solteiros que vivem escravos da pornografia. Procure ajuda! Quer sair dessa escravidão? Peça socorro! Não continue neste caminho, pois o fim dele é de morte, pois o pecado leva a morte.

Todos nós cristãos precisamos ter consciência disto: a honra a Deus começa dentro de nós. Honrar de lábios é fácil! A honra a Deus é verdadeira quando parte de dentro de nós. Antes de honrar a Deus no Templo físico, comece honrando dentro de você!! 

Um abraço à todos!!  




quarta-feira, 5 de abril de 2017

"A Libertinagem Sexual Entre O Casal"

Graça e Paz da parte de Deus à todos!! Tenham uma boa leitura!! =)

Texto base: 

"A esposa não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas, sim, o marido. Da mesma maneira, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas, sim, a esposa." (1Co 7:4).

Eu respeito todo o líder cristão, mas não sou obrigada a concordar com tudo o que eles ensinam. Uma certa feita ouvi um pastor dizer: "Entre quatro paredes o casal pode fazer o que quiser!", será? Outro, em um de seus "Encontro para Casais", disse que o sexo oral é pecado, mas o anal, não. Para muitos cristão, é mais fácil acreditar no que o seu líder diz, do que na própria Palavra de Deus.
Os defensores da "Libertinagem Sexual", ou seja, o casal entre quatro paredes pode praticar todo o tipo de sexo, usam até textos bíblicos para sustentar suas concepções. Mas, a questão é: "O casal entre quatro paredes podem praticar todo o tipo de sexo?" Não!! Vale ressaltar que estamos falando do casal cristão. Vamos analisar as Escrituras Sagradas, partindo do texto base do nosso post:
  1. O contexto cultural e religiosos de Corinto - Paulo estava em Éfeso quando Estéfanas, Fortunato e Acaico foram ter com ele, e trouxeram-lhe relatos perturbadores sobre o procedimento imoral e pagão de alguns membros da igreja (cap. 5 e 6). Devido o contexto cultural e religioso de Corinto, a imoralidade sempre oprimiu os cristãos. O apostolo Paulo já havia orientado aos cristãos a não voltarem mais a praticarem os procedimentos imorais e impuros próprios daqueles que não temiam a Deus e que seguiam a deuses e líderes segundo suas próprias concupiscências (5. 9-11).
  2. Autoridade sobre o corpo do outro - Porque Paulo disse isso? A resposta está no versículo seguinte: " Não vos negueis um ao outro, exceto por mutuo consentimento, e apenas durante algum tempo, afim de vos consagrardes à oração. Logo em seguida, uni-vos novamente, para que Satanás não vos tente por causa da vossa falta de controle." (1Co 7:5). Deus criou a maioria dos homens e mulheres com uma disposição natural para o relacionamento sexual (libido). O casamento oferece aos cônjuges a correta motivação e o perfeito ambiente para a satisfação física e emocional do amor erótico. Uma abstenção temporária, com o consentimento de ambos, e é claro que tendo em vista uma finalidade proveitosa, e isso é compreensível e aceitável, como por exemplo a abstenção sexual para o jejum (lembrando que deve ser decido entre ambos), pois a vida conjugal não está limitada a sexo. Por exemplo: o sexo entre os cônjuges é indispensável, mas ambos não vive apenas de sexo, se o esposo quer consagrar-se em oração a Deus, com o jejum, terá que se abster-se da relação sexual, assim como a esposa, mas isso, ambos devem conversar. A sabedoria neste caso também é necessária. Quando um começa a se negar ao outro, abre uma brecha para que Satanás opere nesta ária.
  3. Imoralidade Sexual é Pecado - Segundo as Escrituras Sagradas, imoralidade sexual é toda a prática sexual fora do padrão estabelecido por Deus. Imoralidade sexual consiste em comportamento imoral no âmbito sexual, indicando um indivíduo que se entrega à - luxúria e lascívia. Luxúria significa prazeres carnais; comportamento desmedido em relação aos prazeres sexuais
  4. Sexo Oral e Anal, é pecado? - Sim, pois ambos os tipos estão fora do padrão estabelecido por Deus, e isso não sou eu quem diz, mas as Escrituras Sagradas. O sexo anal, além de ser uma prática sodomita é danoso à mulher, e tanto ele quanto o oral, representam a classe da imoralidade sexual. 
Concluo com um texto bíblico: "Fugi portanto da imoralidade sexual. Qualquer outro pecado que uma pessoa comete, fora do corpo, comete; todavia quem peca SEXUALMENTE, peca contra o seu próprio corpo. Ou ainda não entendeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não pertenceis a vós mesmos?" (1Co 6:18 e 19).

      

terça-feira, 4 de abril de 2017

´"É Melhor Agradar a Deus do Que a Si Mesmo"

Graça e Paz à todos!!

Reflexão de Hoje...

"Jesus dizia a todos:'Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me.'" Lc. 9:23


Quem disse que negar a si mesmo é algo fácil? Por outro lado, não é impossível, e vale lembrar que é necessário, pois para sermos discípulos de Jesus temos que negar a nós mesmos, ainda que isso nos leve às lágrimas.
Precisamos compreender que a partir do momento que tomamos a decisão de seguir a Cristo, e o façamos, devemos-lhe total obediência, ainda que contrarie a nós mesmos, pois agora somos membros do Seu Corpo, onde Ele é o cabeça. Negar a si mesmo significa pôr a vontade de Deus a cima da sua, ou seja, se  o que você quer ou faz vai contra os princípios do SENHOR, é preciso que abandone, ainda que lhe cause dores.
É este sentimento de dor, de tristeza, que tem levado a muitos a questionar o que se deve renunciar ou não. Porém, o agravante não é o questionar, mas o generalizar, pois a visão do "evangelho liberal" é este: libertinagem. Muitos líderes hoje estão aderindo este "evangelho liberal", onde não há cruz nem RENUNCIA, onde dizer que é cristão é o suficiente, não precisa santidade, nada dessas coisas.
Quando o Mestre diz, "negue-se a si mesmo", significa: viver a vontade de Deus e viver agradando a Deus, simplificando - quando nego a eu mesma para agradar a Deus, significa obedecer-Lhe em tudo, ou seja, viver segundo os seus ensinamentos. Se estou fazendo algo que me agrada, porém desagrada a Deus (pois a sua Palavra me ensina que aquilo que estou fazendo é errado), ao tomar ciência disto, devo com prazer negar a minha vontade, mesmo que por instante eu fique triste, chateada, mas se de fato quero seguir a Jesus, vou superar essa dor. Quando nego a eu mesma para viver a vontade de Deus, segundo as Escrituras Sagradas, o SENHOR tem o poder de conceder o desejo do nosso coração, porém, a mesma revela que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, logo, a vontade de Deus excede a minha, e haverá momentos em que terei que abrir mão das minhas vontades (ainda que aos meus olhos pareçam boas), para viver a vontade de Deus.
Toda decisão que for preciso tomar deve ser feita de forma consciente. Chegou o momento de negar-se? Faça isso com amor! A obediência ao SENHOR deve ser feita com prazer! 


O primeiro passo para se tornar discípulo de Jesus - NEGAR-SE... O segundo é: LEVAR A CRUZ TODOS OS DIAS... Se não for assim, NÃO DÁ!! 

Que a graça do SENHOR Jesus esteja sempre convosco. Amem!  

Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *