Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

quarta-feira, 13 de maio de 2015

"A pecadora"

A paz do SENHOR leitores!!
 
O texto de hoje nos trás três personagens muito importante: Jesus, o convidado; o fariseu, o dono do jantar e a pecadora, a intrusa.
 
Vamos ao texto:
"Convidou-o um dos fariseus para que fosse jantar com ele. Jesus, entrando na casa do fariseu, tomou lugar à mesa. E eis que uma mulher da cidade, PECADORA, sabendo que ele estava à mesa do fariseu, levou um vaso de alabastro com unguento; e, estando por detrás, aos seus pés, chorando, regava-os com suas lágrimas e os enxugava com os próprios cabelos; e beijava-lhes os pés e os ungia com o unguento." (Lc. 7:36-38)
 
Ela fica sabendo que o Mestre está à mesa. Embora não tenha sido convidada, ela queria apenas expressar um gesto de humildade, lavar os pés do Salvador. Entra em cena tentando não ser percebida, mas como não ser, era uma PECADORA. "É interessante isso, para algumas pessoas, não importa se você acerte, não conseguem enxergar que você está tentando vencer o pecado todos os dias, não conseguem perceber que você terminou o dia sem ceder à tentação, mas se erra/pecar, ENXERGAM DE LONGE, e dizem: Você pecou". Lindo a sua estratégia - foi por detrás, e com suas lágrimas, regava-lhe os pés. "O que levaria uma pessoa a cometer um ato tão dígno e humilde como este? Ela cria que Ele era o Messias. Ela não suportava mais o seu estado de pecados e pecados. O seu choro, foi de desabafo". Jesus conhece o nosso coração. Ele viu que o que ela fazia não era algo para querer APARECER, SER VISTA COMO - A MULHER QUE LAVOU OS PÉS DE JESUS. Para ela, não importava o que os outros iriam dizer, pensar, apenas, ela queria expressar o desejo do seu coração - lavar os pés do SALVADOR e com os seus cabelos, os enxugar. Ela, não se incomodou com os olhares de reprovação, mas apenas, persistia em cumprir com o seu objetivo.
 
"Ao ver isto, o fariseu que o convidara disse consigo mesmo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, porque é PECADORA." (v:39)
 
O comportamento do fariseu revela: (a) ele via Jesus apenas como "mais um profeta"; (b) não reconhecia Jesus como o Filho de Deus, o Messias. "Podemos acreditar que se fosse uma pessoas influente, independente de ser pecador, não agiria dessa maneira, pois ele não via, que todos nós somos pecadores. A atitude do fariseu foi de - DISCRIMINAÇÃO. Quantas vezes não agimos como "fariseu"? Ele se achava no direito de julgar a mulher porque acreditava NÃO ter pecados, quando na verdade, era igual a ela. Ele, pensava que Jesus iria fazer o que ele estava querendo fazer - ESPULSAR a mulher, ainda mais, jogando em sua face o seu pecado. Nós muitas vezes agimos assim - rejeitamos o nosso irmão porque "pecou". Pecou, agora pague o preço, é isso que muitos dizem. Quando nos comportamos dessa maneira, não passamos de FARISEUS.
 
"Dirigiu-se Jesus ao FARISEU e lhe disse: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. Ele respondeu: Dize-a, Mestre. Certo credo tinha dois devedores: um lhe devia quinhetos denários, e o outro, cinquenta. Não tendo nenhum dos dois com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Qual deles, portanto, o amará mais? Respondeu-lhe Simão: Suponho que aquele a quem MAIS perdoou. Replicou-lhe Jesus: Julgaste bem." (vv. 40-43)
 
Observemos que o fariseu não falou em voz alta, mas apenas, para si mesmo. Vemos o poder do Mestre, pois viu o pensamento do homem e, lhe apresenta uma situação: dois devedores. O fariseu analisa a situaçãos apresentada por Jesus, e dá o seu parecar: "suponho que aquele a quem mais perdoou". No caso apresentado pelo Mestre, tinha duas pessoas, uma devia mais e outra menos, ao serem perdoados, quem iria amar mais o credor? Obviamente, o que devia MAIS. Podemos entender que: o que devia menos, era o fariseu, já que se achava tão santo; e o que devia mais, a mulher pecadora. "A questão não é quem deve mais ou menos, mas sim, o Perdão. Não existe pecadinho nem pecadão, existe PECADO, e é, Jesus Cristo, o Filho de Deus, que PERDOA os nossos pecados. Logo, podemos crer que, todo o pecado, contra Deus, é Ele quem perdoa. Meu caro leitor, estamos sujeitos ao erro, por falta de vigilância, de oração, de estudo e aplicação da Palavra de Deus, mas se pecamos, temos um advogado, Jesus, o Justo. Mas... O perdão de Deus é alcançado, quando nos ARREPENDEMOS DO PECADO, CONFESSAMOS-O, ABANDONAMOS-O, então, a misericordia do SENHOR, recairá sobre nós.
 
"E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e os enxugou com os cabelos de sua cabeça. Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento. Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama." (Lc. 7:44-47)
 
Jesus dá uma pausa na sua fala com o fariseu, e volta-se para a mulher. Olhando para a mulher, o Mestre fala com Simão, o fariseu: "Vês tu esta mulher?" Ele anda não imaginava que Jesus sabia que aquela era uma pecadora. Jesus "põe", de um lado a PECADORA e do outro, o FARISEU, e de uma maneira linda e especial que só Ele sabe fazer, aponta a ele a atitude da mulher e, a sua atitude. A casa era de Simão, mas ele não atentou para o "ritual" que é feito quando o convidado chega na casa da pessoa que convidou. Enquanto ele, não deu água para o mestre lavar os pés, a mulher, com humildade e amor, lavou os pés do Salvador e enxugou-os com seus cabelos. Enquanto, ele não deu o ósculo, a mulher, não parava de beijar os pés do SENHOR. Enquanto ele, não ungiu a CABEÇA do Mestre com o óleo, ela ungia os seus PÉS com unguento. Então... O Mestre lhe esplica o que dizia com a "situação do credor que perdoou": "Por isso te digo que seus MUITOS pecados lhe serão perdoados, porque MUITO AMOU(...)". "Imagine a cara do fariseu, aquela cara de que Jesus sabia que a mulher era pecadora. (rsrsrs) Glória ao SENHOR!! Vou dizer uma coisa: muitos vão ficar perplexos com as pessoas que Deus vai tirar da escravidão do pecado. Não tenho dúvidas disso, pois muitos tem agido como "esse fariseu", olha e diz: isso aí é um pecador; um viciado; bandido. Ei, se Deus perdoou os meus muitos pecados e os teus, também tem poder para perdoar o de quem for que seja.
 
"E disse-lhe a ela: Os teus pecados te são perdoados. E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este, que até perdoa pecados? E disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz." (Lc. vv 7:48-50)
 
Olhando para a mulher, Ele fala o que ela muito necessitava ouvir: "Os teus pecados te são perdoados". Oh Glória! Prestemos atenção: os que estavam à mesa, não apenas pensavam, mas falavam entre eles - "Quem é este, que ATÉ perdoa pecados?" Enquanto comentavam entre eles, Jesus continuava falando com a mulher. Na despedida, ela ouve do Mestre: "A tua fé te salvou; vai-te em paz." Ela alcançou o MILAGRE DA SALVAÇÃO, porque teve fé. Se ela tivesse agido sem fé, não teria resultado. Mas, pela fé, a fé no Filho de Deus, ela foi PERDOADA DOS SEUS MUITOS PECADOS.
 
Concluo: Não basta apenas ter atitudes, se a fé não existir no coração. Tenho o costume de dizer: não adianta lutarmos se não acreditarmos que podemoos vencer. Ela fou ousada, mas o que a levou a agir foi o fato de crer no Messias. Que o SENHOR, em Jesus, o Seu Filho, vos abençoe sempre!!
 
Um abraço e até a próxima, se Deus quiser!! =)


"COMO ÁRVORE PLANTADA"

A paz do SENHOR, querido leitor!
 
"Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. ANTES, o seu PRAZER está na LEI do SENHOR, e na sua Lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore PLANTADA junto a corrente de águas, que no devido tempo, dá fruto, e cuja folhagem não murcha; e TUDO QUANTO FIZER SERÁ BEM SUCEDIDO." (Sl. 1:1-3)
 
No texto de hoje, vamos meditar um pouco a cerca da vida do justo. Há uma imensa diferença entre o justo e o ímpio. O salmista inicia este salmo, dizendo: "Bem-aventurado o homem", ou seja, feliz o homem que:
1. Não anda no CONSELHO dos ímpios - Uma pessoa que vive impiamente o seu caminho, teria algum bom conselho? Não! Então, tenha cuidado com os conselhos que você anda ouvindo.
2. Não se DETÉM no caminho dos pecadores - Feliz é o homem que não "se paralisa" no caminho dos pecadores. Qual o caminho do pecador? VIVER PRATICANDO O PECADO. Nós, cristãos, somos pecadores lavados e remidos no sangue de Jesus, porém, isso não significa dizer que, POSSO VIVER NA PRÉTICA DO PECADO, se isso faço, estou no CAMINHO DOS PECADORES.
3. Nem se assenta na roda dos escarnecedores - Segundo o dic. português, escarnecer significa, ZOMBAR DE OUTRA - O salmista diz: Bem-aventurado o homem que não se assenta na roda dos "ZOMBADORES". Muitas vezes nos comportammos assim, como escarnecedores, pois quando nos assentamos e passamos a ZOMBAR de outro/a, estamos fazendo o papel de escarnecedores, logo, NÃO SOMOS BEM-AVENTURADOS.
Ao invés de tudo isso, ele, o "BEM-AVENTURADO'", tem:
1. O seu prazer está na Lei do SENHOR - Ele se sente satisfeito com a Lei de Deus. Busca agradar o coração do Pai e, cumprir os Seus estatutos. Ele, se sente feliz em obedecer ao SENHOR.
2. Na Lei do SENHOR, medita de dia e de noite - Este foi o conselho de Deus para Josué, (Josué 1.1-9). O homem que busca meditar na lei do SENHOR, ele é feliz, tem bons pensamentos, propósitos, palavras sadias, etc.
3. É como uma árvore plantada junto a corrente de águas - O homem que busca fazer a vontade de Deus vive bem. Ele não está isento de passar aflições, mas permanece firme. No tempo certo, dá fruto, as folhas não murcha; e TUDO o quanto ele faz será bem sucedido.
 
O caminho do justo é diferente do caminho do ímpio. O justo, tem o seu prazer na Lei do SENHOR, o ímpio, não. O justo, medita na Lei do SENHOR, o ímpio, não. Você pode olhar e dizer: "irmão, eu busco o bedecer a Deus, mas minha situação vai de mal à pior". Caro leitor, amigo, irmão, o FRUTO É NO TEMPO CERTO. Não podemos buscar agradar a Deus por INTERESSE, mas sim, por PRAZER. Quando não temos atitudes ímpia e, temos a ALEGRIA na Lei de Deus e buscamos meditar/aplicar a Lei do nosso Deus, na nossa vida, TUDO O QUANTO FIZERMOS SERÁ PRÓSPERO.
 
 
Que o SENHOR, em Seu Filho Jesus, lhes abençoe sempre!!
 
Um abraço... Fiquem com Deus!! Até a próxima, se Deus quizer!

domingo, 10 de maio de 2015

"CARTA À IGREJA DO SÉCULO XXI"

A paz do SENHOR à todos! Em nome de Jesus, O Esperado das Nações, peço ao Eterno e Soberano Deus, que ilumine o nosso entendimento para compreendermos o que nos diz a sua Poderosa Palavra.
Leiamos:
"E ele lhes respondeu: Vede que ninguém vos engane. Porque virão muitos em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos." (Mt. 24:4-5)
Você pode está se perguntando O PORQUE desse tema. Por esses dias venho buscando entender, à luz da Palavra de Deus, os acontecimentos que, não apenas atuais, mas alguns que ocorreram no decorrer dos tempos. Quando lemos Gn. 3:1-14, vemos Satanás enganando a mulher. Enganar é um dos principais objetivos do malígno. Aprendemos, desde a nossa infância, que desobedecer é errado, porém mais que errado, a desobediência é pecado. E foi por esse caminho que Satanás levou a Eva e Adão. Vejamos o diálogo entre a serpente e Eva: "(...) É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?", perguntou a serpente (Gn.3:1). Porém, atentemos para a sua pergunta: "(...) Não comereis de toda árvore do jardim?" Ela estava SONDANDO, buscando saber o que o Criador havia determinado à Adão e a Eva. O Criador tinha posto LIMITES no jardim. Havia uma "REGRA": NÃO COMER NEM TOCAR NA ÁRVORE QUE ESTAVA NO MEIO DO JARDIM. Ao ultrapassar o LIMITE dado pelo SENHOR, haveria uma CONSEQUÊNCIA - MORTE. Insiste a serpente, o Diabo: "Certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal". Olhando bem, o que ganharia a mulher, se tornando conhecedora do bem e do mal? NADA! Mas foi e fez. Após tudo, veio as consequências, cada um recebeu a sua sentença. Diante de tudo isso, acredito, que o malígno ficou feliz, pois havia conseguido destruir aquela armonia, a comunhão entre Deus e homem. Ele imagina, creio, que como havia levado a "coroa" da criação de Deus, pecar contra o Criador, estava tudo acabado. Mas... Glória ao SENHOR! O Eterno, segundo a sua misericórdia, faz A promessa: "Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar." (Gn. 3:15). Após levar à queda, Adão e Eva, Satanás OUVE claramente a Voz do Eterno, o Criador, PROFETIZANDO a sua DERROTA. Por isso, com o passar dos tempos, das eras, ele veio fazendo de tudo para que não se CUMPRISSE o que ele ouviu da BOCA DE DEUS. Em toda a história, vemos nos Escritos Sagrados, o malígno tentado impedir o cumprimento DA PROFECIA. Encontramos registrados, na Palavra de Deus, homens que Deus levantou para fazer a sua vontade, e sempre, o inimigo fazia uma coisa e outra, pensando ser um deles O PROMETIDO de Deus. Ele sabia que mais cedo ou mais tarde, a PROFECIA se cumpriria. Viria o DESCENDENTE DA MULHER.. O SENHOR começou a falar a cerca do "DESCENDENTE DA MULHER", para o seu povo, Israel. As Profecias se tornaram mais frequentes. Quando reflito na atitude de Hama, em destruir a todos os judeus, vejo o dedo do malígno, para tentar frustar o plano do SENHOR. Mas, Deus, que É, o EU SOU, intervém no plano maléfico de Hama, pois por ser Ele, Oniciente, sabia que um plano perverso, surgiria, então pôs Hadassa no palácio do rei Assuero. Houve um período de 400 anos, onde Deus não falava mais ao povo de forma direta, como sempre falava através dos profetas, mas sempre esteve cuidando do seu povo. Um certo dia, estava o seu servo Zacarias, que no tempo de Herodes, rei da Judeia, servia ao SENHOR como sacerdote, este estava no templo, e recebe a visita de um anjo do SENHOR, o qual trás uma notícia - você e Isabel serão pais, e o nome do menino será João, a missão dele é CONVERTER MUITOS DOS FILHOS DE ISRAEL AO SENHOR (Lc. 1:5-19). No sexto mês, foi o anjo Gabriel, até Nazaré, e falou com Maria: Conceberás e darás à luz a um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Ele será chamado Filho do Altíssimo; Deus lhe dará o trono de Davi seu pai. Jesus nasce. Imagino que assim como a Jó, Satanás observava a Jesus. Ele via que Jesus era diferente, pois crescia Ele e se fortalecia enchendo-se de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre Ele (Lc. 2.1-40). Satanás ouve o testemunho de João Batista - "EIS O CORDEIRO DE DEUS QUE TIRA O PECADO DO MUNDO". Ao ouvir esse testemunho, ele planeja tentar a Jesus. O Messias, cheio do Espírito Santo, ao voltar do Jordão, foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto. Durante 40 dias, sendo tentado pelo Diabo. Durante esses dias, na comeu, então teve fome. Satanás olha e diz: "agora derrubo Ele. Assim como fiz com Eva, enganando-a, seduzindo-a, vou fazer com Ele. Começa TENTAR A JESUS. Para a sua TRISTEZA, Jesus não CAI EM SUAS PALAVRAS SUTIS, EM SUAS PROMESSAS. Voltando do deserto, o Mestre inicia o seu ministério, que perdurou 3 anos. Milagres, maravilhas, libertações. Vidas transformadas pelo Seu Poder. Famílias restituidas. Diante de toda a caminhada de Jesus, o malígno se convence de que Ele, JESUS, era o Filho de Deus. Começa-se as perseguições. Buscam fazer de tudo para prendê-Lo. Se passam os dias, e se intensifica as perseguições ao Salvador. Então... É chegada a hora de conversar com os seus discípulo. No SERMÃO PROFÉTICO, Mt. 24:1-51, vemos as orientações do Mestre aos seus servos. O meu objetivo com esta carta é, CHAMAR A TUA ATENÇÃO para ESTA realidade - NÃO SE DEIXE ENGANAR. Há, não de agora, muitos se fazendo Cristo, enganado a muitos. Não pense que Essa profecia de Jesus, ainda vai se cumprir, pois ela já se cumpriu e continua se cumprindo, pois muitos se levantarm em nome do SENHOR JESUS, mas não passaram de ENGANADORES, e hoje, continuam se levantando, em nome de Jesus, porém não passam de ENGANADORES. Temos visto os SINAIS que antecedem a volta do SENHOR JESUS, mas antes, muitas coisas ao de acontecer, e muitas já aconteceram, e outras já ESTÃO ACONTECENDO. Nunca foi e nem será tempo de brincar de ser crentes. Vejamos o que Jesus disse: "Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e ENGANARAM A MUITOS. Muitos já tem sido ENGANADOS.
Não quer ser enganado? Busque conhecer à Deus. Estude a Palavra do SENHOR. Analise cada texto. Faça prova, se o seu líder é de Deus ou não. Muitos tem se feito PASTORES, e tem enganado o povo. levando as "ovelhas do SENHOR" para o matadouro. Pregando um fácil evangelho. Evangelho esse, que não tem renuncia, não tem cruz, não tem santificação. Buscam é sugar, ROUBAR os fieis, que CEGOS, não fazem prova de Deus. Precisamos ter cuidado, pois muitos líderes, que si dezem CRISTÃOS, estão convertendo a verdade de Deus em mentira. O que a bíblia diz que é pecado, muitos tem pregado que é coisa do passado. O nosso contexto é outro. DIVÓRCIO? Deus ODEIA, mas muitos pastores tem ACEITADO, e ainda vem, e realiza o SEGUNDO CASAMENTO, dizendo: Jesus disse que se houver adultério, a parte traída pode casar de novo. MENTIRA DO DIABO! Do Diábo não; dele mesmo. Jesus nunca pregou isso. Paulo fala acerca da possibilidade de um segundo casamento, mas isso, só se a pessoa que for casar for VIÚVA(O). é A ÚNICA POSSIBILIDADE, fora isso, é adultério. E a idolatria? Isso mesmo, também está no meio da igreja! A igreja comete o mesmo erro que um dia, o povo de Israel cometeu. ACORDEMOS... VAMOS REMOVER ESSES ALTARES QUE ESTÁ NO MEIO DA IGREJA. Tem muitos hoje que não querem pregar sobre "os pecados da Igreja", porque não quer desagradar ao povo. Não quer perder a amizade; os dízimistas. Não é com as "almas" que muitos se preocupam, mas sim, com o LUCRAR. Nosso meio, há LOBOS em peles de cordeiros. E muitos de nós, estamos sem enxergar, porquê? Porque não quer ver! Cadê os "profetas" da nossa geração? Subamos ao Carmelo e desafiemos os profetas de Baal que está em nosso meio para DESVIAR as ovelhas do SENHOR. Saia dessa CAVERNA, o teu MINISTÉRIO NÃO ACABOU, há muitos que não tem se RENDIDO aos presentes de Jezabel. CONFIEMOS NO SENHOR, QUEM NOS CHAMOU PARA SUA SEARA. Não tenhamos medo, se sofremos pela OBRA DO SENHOR, por amor ao Seu Nome, bom é. Enquanto estamos aqui, vamos por fogo na seara dos filisteus e, vamos ó Igreja do SENHOR JESUS, avencemos contra as portas do inferno, pois estamos edificados em Cristo e por Cristo, por essa razão, elas, as portas, não prevalecerão. Em nome de Jesus!!

quinta-feira, 7 de maio de 2015

"Vivendo o Milagre de Deus em Tempos de Crise"


A paz do SENHOR à todos!!
 
 
"Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da tua panela NÃO se acabará, e o azeite da tua botija NÃO faltará, ATÉ ao dia em que o SENHOR fizer chover sobre a terra. Foi ela e fez segundo a palavra de Elias; assim, comeu ele, ela e a sua casa muitos dias." (1Rs 17:14-15).
 

 

No texto de hoje vamos ver um pouco sobre - a fé da viúva de Sarepta. "A cidade localizava-se a aproximadamente 13km ao sul de Sidom, ao longo da costa mediterrânea, na estrada para Tiro. Nessa terra idólatra, Deus tinha alguém que precisava ver o seu poder e glória. Deus estava atento às necessidades e aflições de uma viúva pobre. Ele enviou Elias para fortalecer-lhe a fé e trazer-lhe bênçãos materiais no momento em que ela julgava que tudo estava perdido (v. 12). A fé que essa viúva tinha em Deus e na sua palavra, através do profeta Elias, levou-a a permutar o certo pelo incerto, e o visível pelo invisível (vv. 10-16; cf. Hb 11.27). A viúva crente recebeu do profeta de Deus, não somente uma bênção material, como também uma bênção espiritual". O profeta fez um "pedido", FAZ PRIMEIRO PARA MIM, esse foi o pedido, e a viúva atendeu. É imortante ressaltar que:
1. Ela creu - "Foi ela e fez segundo a palavra de Elias" - No momento em que ela recebe a palavra, não tinha nada que lhe desse segurança, ou seja, não havia nada concreto para que ela pudesse crer na palavra do homem de Deus, mesmo assim, creu.
2. A crise já durava meses - Mesmo diante do tempo de ascassez, ela ficou "confiante" com a presença do profeta. Não importa quanto tempo faz "dessa crise", essa que você vive, o importante é que você CREIA na palavra de Deus.
3. A providência tinha um tempo determinado - "Até ao dia em que o SENHOR fizer chover sobre a terra." - Enquanto não vinha a chuva de Deus, a mulher, sua casa e o profeta, viveram da providência de Deus. Assim como a viúva de Sarepta, vemos a viúva de 2Rs 4:1-7 - a mesma acreditou no conselho do profeta Eliseu, e obedeceu, indo pedir vasos emprestados, fechado a porta sobre ela e seus dois filhos e derramado o AZEITE nos vasos. Foi, vendeu o azeite, pagou a dívida e viveu do resto. O mesmo SENHOR, agiu na vida da viúva de Sarepta, MULTIPLICOU o azeite e a farinha, podendo ela, junto com sua casa e o profeta, se alimentar por muitos dias. Acredite, essa providência é apenas por um certo período, pois o SENHOR fará vir A CHUVA sobre a TUA TERRA, e quando ela chegar, você vai poder plantar e colher, em outras palavras, VOCÊ VAI COMER DO FRUTO DA TUA TERRA, graças ao Eterno e Soberano Deus.
 
Um conselho:
Independente de qualquer crise, CREIA NO SENHOR! Querendo Ele operar, quem pode O impedir? Deus tinha reservado uma benção para aquela mulher, embora ele pertencesse a território idólatra, podemos PERCEBER a bondade e misericórdia do SENHOR. Você pode até está no meio de ÍMPIOS, creia na Palavra de Deus, pois assim, irás disfrutar das bençãos que o SENHOR tem reservado para ti. Embora pareça tudo está perdido, não existe socorro, DEUS, POR SUA BONDADE E MISERICÓRDIA, TEM PROVIDÊNCIA NESTE TEMPO DE CRISE. CREIA!!
 
Até a próxima... Se Deus quiser!! Um Imenso Abraço!! \0/


Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *