Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

quinta-feira, 19 de março de 2015

"PORTANTO, O QUE DEUS UNIU, NÃO O SEPARE O SER HUMANO!"

Graça e paz à todos!
 
"Portanto, o que Deus uniu, NÃO o separe o ser humano!" (Mc 10. 9) "Ao que Jesus declarou: 'Moisés, por causa da dureza de vossos corações, vos concedeu separar-se de vossas mulheres. Mas NÃO tem sido assim desde o princípio". (Mt 19. 8) (Tradução BKJ - Atualizada)
 
 
 
No post de hoje, venho falar a cerca de um assunto que, para a maioria dos cristãos, é complexo - O DIVÓRCIO. Seria mesmo? Ou simplesmente não queremos falar a respeito, pois desagradaria a muitos? Este é um assunto que a maioria dos pastores - os quais são responsáveis pela transmissão da Palavra de Deus, o seu ensino, às ovelhas -, não tratam. Então pergunto: Se a palavra do Eterno Deus, nos ensina que, o que Deus UNIU não SEPARE o ser humano, porque então muitos pastores aprovam a "segunda união"? Será que se este tema fosse abordado com mais frequência, e conforme a Palavra de Deus, não se evitaria tantos casos de separação? Não vou abordar aqui concepção humana, mas a Poderosa Palavra de Deus.
 
Vamos analisar o assunto à luz das Escrituras Sagradas:
 

Registro escrito por Marcos - Jesus parte da Galiléia e vai para a região da Judéia e para o outro lado do rio Jordão, e mais uma vez uma grande multidão chega-se a Ele e, como costume, passou a ensinar à multidão. No momento em que o Mestre estava ensinando, aproxíma-se alguns fariseus, que logo Lhe põe à prova: É PERMITIDO AO HOMEM SEPARAR-SE DE SUA ESPOSA?" Diante da pergunta, o Mestre lhes responde com outra: O QUE LHES ORDENOU MOISÉS?" "MOISÉS PERMITIU QUE O HOMEM DESSE À SUA MULHER UMA CERTIDÃO DE DIVÓRCIO E A MANDASSE EMBORA." Replicaram eles. Em resposta a afirmativa, Jesus lhes ESCLARECE: "MOISÉS VOS DEIXOU ESCRITA ESSA LEI POR CAUSA DA DUREZA DOS VOSSOS CORAÇÕES!" (Mc 10. 1-5).
 
Registro escrito por Mateus - "(...) É lícito o marido se divorciar da sua esposa por qualquer motivo?" Perguntaram os fariseus. Jesus explicá-lhes que no princípio, o Criador 'os fez homem e mulher'. O homem deixaria pai e mãe, e iria se unir à mulher, e os dois se tornariam UMA SÓ carne. Ao se unirem, já não seriam dois, mas sim, UM. Diante da explicação de Jesus, replicaram questionando o porque então de Moisés ter mandado dar carta de divórcio. Por causa da dureza dos vossos corações, declarou o SENHOR. Ao mesmo tempo que declarou o porque que Moisés mandou, Jesus enfatiza: "MAS NÃO TEM SIDO ASSIM DESDE O PRINCÍIO". (Mt 19. 1-8).
 
 
1. A VISÃO da doutrina rabínica da época - Na prática judaica o marido podia mandar a mulher embora por QUALQUER motivo -. Vamos refletir um pouco sobre Dt. 24:1 - "Quando um homem tiver esposado uma mulher e formalizado o matrimónio, mas pouco tempo depois descobrir nela algo que ele reprove e por isso deixar de querê-la como esposa, ele poderá dar à sua mulher uma certidão de divórcio e mandá-la embora." Por exemplo, após algum tempo, se o homem percebesse um "defeito" no corpo da esposa, e por isso quisesse regeitá-la, ele o fazia. Mas para que a sociedade soubesse que "aquela mulher" já tinha sido casada, o marido lhe entregava a "carta de divórcio". Porém, sobre o A CARTA DE DIVÓRCIO, não é uma concessão para o homem rejeitar a sua esposa, mas sim uma proteção para a mulher. Dt 24: 1- 4, fala acerca da mulher divorciada, e não concessão para o homem rejeitar a esposa. O repúdio estava acontecendo mesmo antes de Moisés permitir a carta de divórcio. Estava acontecendo o seguin: o homem não se agradava mais da esposa e a mandava embora, porém ela continuava ligada a ele pela lei. Por isso os farideus sitaram isso diante de Jesus, na intenção de o por à prova.
 
2 "MAS NÃO TEM SIDO ASSIM DESDE O PRINCÍIO" - A expressão de Jesus, nos leva ao verdadeiro sentido do casamento - a união de corpos - UMA SÓ CARNE. Foi isso que Deus falou no princípio. Embora, assim como a sociedade judaica da época de Jesus defendia o divórcio, muitos líderes o fazem também, MAS À LUZ DA PALAVRA DE DEUS, NÃO HÁ RESPÁLDO. Ao analisarmos o texto de Ml 2.13-16, vemos o Judá questionando o porque que Deus não dava mais atenção às suas ofertas, por isso, derramavam lágrimas e cobriam o Altar do SENHOR com elas. O profeta responde (PRESTE ATENÇÃO NA RESPOSTA):
 
14 "Mesmo assim, insistes em questionar: "por que?" Ora, Yahweh tem sido testemunha entre ti e a esposa que tens desde a juventude, para com a qual foste infiel, não cumprindo a tua promessa de lealdade, embora ela fosse tua companheira, e a mulher da tua aliança matrimonial.
15 Ora não foi o SENHOR que fez deles um só? Eles lhe pertence em corpo e espírito. E por que um só? Porque ele desejava uma descendência santa e abençoada! Portanto, cuidai atentamente de vós mesmos: Ninguém seja infiel para com a sua esposa, a mulher da sua mocidade.
16 "Pois Eu odeio o divórcio e também odeio aquele que cobre as suas vestes de violência!" afirma o SENHOR dos Exercítos. Por isso, procedeis com sabedoria: não sejais infiéis".
 
Aplicando o texto de Malaquias:
  1. O profeta diz: "Yahweh tem SIDO testemunha" - no casamento Deus é testemunha entre o casal. Ele sabe quem está certo ou errado. Para se realizar o casamento no civil, é preciso testemunhas, e o interessante, é que essas testemunhas ao longo da vida do casal, não está por perto, porém, a TESTEMUNHA FIEL, o SENHOR, está.
  2. O profeta, conforme a orientação de Deus, aponta a infidelidade da parte do esposo, pois no altar, há a promessa de ser fiel, ser leal um ao outro. Muitos casais se esqueceram da TESTEMUNHA FIEL - O SENHOR, se há algum problema no casamento, para muitos, é mais fácil se separar do que buscar ajuda. Lutar pelo casamento.
  3. Fez deles UM só - o profeta trás à memória do povo o que o SENHOR falou desde o princípio (Gn. 2. 24-25). Quem fez "deles" UM só? O SENHOR! Independente, se a escolha é minha ou se busquei segundo a vontade de Deus (não existe profecia para casamento, mas se você orar Deus mostra quem é a pessoa, pois muitas vezes, é lobo, e se não houver oração, como Deus vai mostrar?), Ele é quem UNE. MAS NÃO VAI DEPENDER APENAS DE DEUS A FELICIDADE DO CASAL, VAI DEPENDER PRICIPALMENTE DE AMBOS.
  4. Eles lhe pertence - a quem pertence o casal? A Deus! Eles = casal - Lhe = Deus. Entendeu, meu querido? Mais é uma guerra, é uma luta, o casal é de Deus. Ambos cristãos, ou até, um dos conjuges cristão, pois santifica o outro.
  5. Eu odeio o divórcio - Se Deus odeia, por que então muitos líderes tem sido a favor? Uma das desculpas: "É porque ela é nova, casou muito cedo e o marido foi embora, ela vai ficar presa à solteirice?" Não! Deus não quer isso. Quem faz a escolha de casar ou não somos nós. É a lei da semeadura, as vezes fazemos escolhas erradas. Não buscamos seguir a voz de Deus, e quando fazemos isso, sofremos. Meus queridos, não é fácil, mas se foi feito a escolha, é viver as suas concequências. DEUS NÃO MUDA! Lembremos disso!
 

 
Só que a questão, ou seja, a DISCUSSÃO, vai mais além: O CASAMENTO APÓS O DIVÓRCIO. Outro mais, essa questão - O CASAMENTO APÓS O DIVÓRCIO, não tem nenhum respáldo bíblico. Tem aqules que dizem, que Jesus falou que se houver adultério a outra parte pode casar de novo, EM NEHUM MOMENTO JESUS DISSE ISSO. Se houver adultério, pode haver o divórcio, mas NÃO um segundo, terceiro, quarto casamento, porque é nisso que vai dar. É importante estudarmos o testo dentro do contexto para não gerar heresia.
 
 
Que Deus, em Nome de Jesus, o Seu Filho, vos abençoe sempre!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *