Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

quinta-feira, 26 de março de 2015

"Adoradores que O Pai procura"

Graça e Paz da parte de Deus!!

Texto de hoje:

"Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são esses que o Pai procura para seus adoradores." Jo 4:23

O texto de hoje é para mim um dos mais complexos. Bom, você pode olhar e dizer: "como complexo, se é tão fácil interpretar", será? Vamos meditar um pouco.

O foco deste post não é a mulher samaritana, mas sim, "a busca do Pai pelos Verdadeiros Adoradores". A mulher no diálogo com Jesus, expressa a sua "preocupação" com o lugar/espaço onde o SENHOR tinha que ser adorado. Jesus explica à mulher que estava chegando a hora em que nem no monte, em Samaria e, nem em Jerusalém, o Pai seria adorado. A adoração a DEUS, não se limita a um espaço, a um horário, a adoração ao SENHOR é entregue a todo o tempo. Aprendemos que a adoração é feita quando você está na Casa do SENHOR, e você "abre a boca e dá glórias, aleluia, canta, prega, mas a adoração vai além de tudo isso. Por isso que, A ADORAÇÃO A DEUS NÃO SE LIMITA A ESPAÇO. Jesus disse que "os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade", "em espírito" é o mesmo que "no espírito", logo podemos crer que, não preciso esperar chegar o domingo, para adorarmos a Deus. É importante ESTARMOS NA CASA DE DEUS, para "reunidos e unidos" prestarmos o culto ao SENHOR, e lá, também o adorar "no espírito". Imagine se pudéssemos adorar apenas no templo, o que seria daqueles que estão nos hospitais, enfermos em casa, nas prisões. A diferença não está no "espaço", mas sim, se a adoração está sendo "em espírito e em verdade'. A busca do SENHOR não por "adoradores de aparência", mas sim, por aqueles que "adoram em verdade". Disse Jesus: "Este povo se aproxima de mim com a boca e me honram com seus lábios, mas o coração está longe de mim." (Mt 15:8) Se o coração está longe de Deus, logo as honras que provem dos lábios, NÃO são verdadeiras. 

CONCLUSÃO

O SENHOR não está em busca de "adoração de lábios", mas sim, aquela que procede "no espírito e em verdade". Ele não está preocupado se é no monte, no vale, na fornalha, na cova, no calabouço, se na prisão, na rua, em casa, sozinho/a, em companhia da família, de amigos, o que Deus quer é: QUE VOCÊ E EU, O ADOREMOS "EM/NO ESPÍRITO E EM VERDADE". SÃO ESSES ADORADORES QUE DEUS PROCURA. 


Que o Pai Celestial, os abençoe sempre!!
A paz do SENHOR!! =)  



domingo, 22 de março de 2015

"PREPARADOS PARA A BATALHA"

Graça e paz à todos!! =)

"Concluindo, fortalecei-vos no SENHOR e na força do seu poder! Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do Diabo; Porquanto, nossa luta não é contra seres humanos, e sim contra principados e potestades, contra os dominadores deste sistema mundial em trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. Por esse motivo, vesti toda a armadura de Deus, a fim de que possais resistir firmemente no dia mau e, havendo batalhado até o final, permanecereis inabaláveis, sem retroceder." (Ef 6. 10-13) Tradução BKJ - Atualizada.

Sejam bem vindo a mais um post... Uma boa leitura!

É interessante o que vou dizer, na maioria das vezes só lembramos de estarmos preparados para guerra quando já estamos nela. Aí dizemos: "Se eu soubesse..." Diante de uma situação assim, pensamos: Não vou conseguir! Então... Nos deparamos com uma mensagem, um ensino, como este, em que Paulo trás à igreja de Éfeso. Quando vamos fazer uma prova, é preciso estudarmos para tirarmos uma boa nota, ou porque não dizer, a maior nota. Mas, tem aqueles "engraçadinhos" que diz assim: "Não preciso estudar, é só orar, jejuar, e no dia, Deus ajuda!" Rsrsrsrs! Não creio nisso, não!

No mundo espiritual, não é diferente, pois estamos todos os dias sendo DESAFIADOS pelo mau. Sabendo disso, o apóstolo Paulo trás diversos conselhos aos irmãos que estavam em Éfeso, e após esses diversos conselhos, ele conclui dizendo:


  1. "Fortalecei-vos no SENHOR e na força do seu poder" - Só no SENHOR encontramos a força que precisamos para vivermos e sobrevivermos. Como podemos fazer isso? Através da oração, do estudo da Palavra do SENHOR e do jejum. O cristão que não faz essas três coisas, não está fortalecido, assim, é IMPOSSÍVEL viver.
  2. "Revesti-vos de toda a armadura de Deus" - Quando leio este texto, lembro de quando Davi desafiou Golias, e para enfrentá-lo, Davi precisava de uma armadura, como a situação era "inusitada" para o jovem, não havia ali armadura confeccionada de acordo o seu porte físico. O rei Saul lhe empresta a sua, ao colocá-la, Davi teve dificuldades para se locomover, pois a mesma era muito pesada, e por isso, tornaria difícil a luta. Davi despiu-se daquela armadura e foi sem. Em nome do SENHOR, Israel foi vitorioso. Ainda sobre Davi, aprendemos: a) não usar armadura emprestada de ninguém; b) com a armadura emprestada de Saul, Davi teve dificuldades de locomoção. Conosco não é diferente, usando armaduras de terceiros, temos dificuldades de manuseio, dessa forma, fica difícil lutarmos; c) despiu-se da armadura de Saul - entendamos uma coisa: Deus não quer que usemos "a armadura de Saul", então, tiremos, e assim estaremos prontos para nos revestirmos da ARMADURA DE DEUS. Atentemos também para um fato - "toda a armadura de Deus" - Não posso sair para combate usando apenas o capacete, ou apenas a espada, ou a couraça da justiça junto com o escudo da fé -, é preciso estarmos REVESTIDOS COM A ARMADURA COMPLETA. 
  3. "Para poderdes ficar firmes" - Firmes contra o que? AS CILADAS DO DIABO! O maligno a todo instante, isso mesmo, "todo instante", arma ciladas para derrubar a você e a mim. Muitas delas se chama "besteira", "tem nada não", "nada haver", entre outros. Paulo mostra que a ÚNICA forma de ficarmos firmes contra "AS CILADAS" (não são poucas) do Diabo, é estando revestidos de toda a armadura de Deus.
  4. "Porquanto, nossa luta não é contra seres humanos" - Contra quem, o que, que o servo de Deus, estava falando à igreja? 
  • "Principados e potestades" - Principados” são as ordens angelicais malignas superiores, enquanto que “potestades” são os governantes angelicais malignos subordinados".
  • "Os dominadores deste sistema mundial em trevas" - "são os anjos a serviço do diabo".
  • "As forças espirituais do mal". 
A necessidade de estarmos revestidos de toda a armadura de Deus, é ESSENCIAL, pois "esse é o motivo", os três pontos a cima. Podemos entender que o servo de Deus estava ensinando aos irmãos que a luta deles não era "um contra o outro". Vemos em nosso meio, "duelos de titãs", obreiros brigando por causa de cargo, pastores brigando por territórios, rivalidades no meio do povo de Deus. E ainda mais, para piorar a situação, vem cantores, compositores e pregadores, trazendo mensagens onde incita essa rivalidade. Enquanto brigamos entre nós, Satanás está ganhando território



Concluo: vai continuar vendo o seu IRMÃO como rival? Vai insistir nessa de que ele/ela é teu/tua inimigo/inimiga? 
Enquanto os irmãos se pegam na igreja, o maligno está é ZOMBANDO, batendo palmas e dizendo: Pega ela mesmo... Pega ele... Derruba! Difama mesmo a vida dele/dela... Pisa mesmo! 


Por esse motivovesti toda a armadura de Deus, a fim de que possais resistir firmemente no dia mau e, havendo batalhado até o final, permanecereis inabaláveis, sem retroceder.

Entendeu a mensagem?
Até mais... Se Deus quiser!! 

Bay!!  
    


sexta-feira, 20 de março de 2015

"FAZENDO ESCOLHAS"

A paz do SENHOR Jesus à todos!
 
 
Olá amados e queridos irmãos!
 
"Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais Ele fará." (Sl 37:5 - BKJ - Atualizada)
 
 
A vida é feita de escolhas! No versículo em destaque, vemos um bom conselho para uma boa escolha. O salmista Davi, em sua música, aconselha-nos a entregarmos o nosso caminho ao SENHOR. Entregar o caminho à Deus é uma escolha que podemos fazer ou não. Temos o livre arbítrio, sim, podemos fazer o que quisermos da nossa vida, porém as consequências serão de responsabilidade nossa, sejam elas boas ou ruins. Isso significa dizer que, se faço más escolhas as consequências serão ruins, se boas, as consequências serão boas. Mas... E quando entregamos o nosso caminho ao SENHOR? Bom, o salmista diz: "(...) eo mais Ele fará". Logo, se é Deus quem faz, o resultado dessa escolha será gloriosa. Veja o que diz a Palavra do SENHOR : "(...) ASSIM SÃO OS MEUS CAMINHOS SÃO MAIS ALTOS QUE OS VOSSOS CAMINHOS (...)." (Is 55.9b). Os caminhos que o SENHOR traçou para você, não são iguais aos seus, SÃO MAIS ALTOS. Diferente. Quando você entrega o TEU Caminho ao SENHOR e confia, Ele fará o que você não pode. Se você escolher, não mais viver segundo o teu querer, e ESCOLHER viver como Ele quer, como Ele te ensina, irás viver O MAIS de Deus.

Permitas que o Eterno te guie na Caminhada. Faça como Jesus, diga: "Pai, seja feita a tua vontade!" Antes de fazer qualquer escolha, ouça primeiro a VOZ do SENHOR. Ele sabe o que é bom ou não para você.
 
Um imenso abraço, e até mais!! 0/

 


quinta-feira, 19 de março de 2015

"PORTANTO, O QUE DEUS UNIU, NÃO O SEPARE O SER HUMANO!"

Graça e paz à todos!
 
"Portanto, o que Deus uniu, NÃO o separe o ser humano!" (Mc 10. 9) "Ao que Jesus declarou: 'Moisés, por causa da dureza de vossos corações, vos concedeu separar-se de vossas mulheres. Mas NÃO tem sido assim desde o princípio". (Mt 19. 8) (Tradução BKJ - Atualizada)
 
 
 
No post de hoje, venho falar a cerca de um assunto que, para a maioria dos cristãos, é complexo - O DIVÓRCIO. Seria mesmo? Ou simplesmente não queremos falar a respeito, pois desagradaria a muitos? Este é um assunto que a maioria dos pastores - os quais são responsáveis pela transmissão da Palavra de Deus, o seu ensino, às ovelhas -, não tratam. Então pergunto: Se a palavra do Eterno Deus, nos ensina que, o que Deus UNIU não SEPARE o ser humano, porque então muitos pastores aprovam a "segunda união"? Será que se este tema fosse abordado com mais frequência, e conforme a Palavra de Deus, não se evitaria tantos casos de separação? Não vou abordar aqui concepção humana, mas a Poderosa Palavra de Deus.
 
Vamos analisar o assunto à luz das Escrituras Sagradas:
 

Registro escrito por Marcos - Jesus parte da Galiléia e vai para a região da Judéia e para o outro lado do rio Jordão, e mais uma vez uma grande multidão chega-se a Ele e, como costume, passou a ensinar à multidão. No momento em que o Mestre estava ensinando, aproxíma-se alguns fariseus, que logo Lhe põe à prova: É PERMITIDO AO HOMEM SEPARAR-SE DE SUA ESPOSA?" Diante da pergunta, o Mestre lhes responde com outra: O QUE LHES ORDENOU MOISÉS?" "MOISÉS PERMITIU QUE O HOMEM DESSE À SUA MULHER UMA CERTIDÃO DE DIVÓRCIO E A MANDASSE EMBORA." Replicaram eles. Em resposta a afirmativa, Jesus lhes ESCLARECE: "MOISÉS VOS DEIXOU ESCRITA ESSA LEI POR CAUSA DA DUREZA DOS VOSSOS CORAÇÕES!" (Mc 10. 1-5).
 
Registro escrito por Mateus - "(...) É lícito o marido se divorciar da sua esposa por qualquer motivo?" Perguntaram os fariseus. Jesus explicá-lhes que no princípio, o Criador 'os fez homem e mulher'. O homem deixaria pai e mãe, e iria se unir à mulher, e os dois se tornariam UMA SÓ carne. Ao se unirem, já não seriam dois, mas sim, UM. Diante da explicação de Jesus, replicaram questionando o porque então de Moisés ter mandado dar carta de divórcio. Por causa da dureza dos vossos corações, declarou o SENHOR. Ao mesmo tempo que declarou o porque que Moisés mandou, Jesus enfatiza: "MAS NÃO TEM SIDO ASSIM DESDE O PRINCÍIO". (Mt 19. 1-8).
 
 
1. A VISÃO da doutrina rabínica da época - Na prática judaica o marido podia mandar a mulher embora por QUALQUER motivo -. Vamos refletir um pouco sobre Dt. 24:1 - "Quando um homem tiver esposado uma mulher e formalizado o matrimónio, mas pouco tempo depois descobrir nela algo que ele reprove e por isso deixar de querê-la como esposa, ele poderá dar à sua mulher uma certidão de divórcio e mandá-la embora." Por exemplo, após algum tempo, se o homem percebesse um "defeito" no corpo da esposa, e por isso quisesse regeitá-la, ele o fazia. Mas para que a sociedade soubesse que "aquela mulher" já tinha sido casada, o marido lhe entregava a "carta de divórcio". Porém, sobre o A CARTA DE DIVÓRCIO, não é uma concessão para o homem rejeitar a sua esposa, mas sim uma proteção para a mulher. Dt 24: 1- 4, fala acerca da mulher divorciada, e não concessão para o homem rejeitar a esposa. O repúdio estava acontecendo mesmo antes de Moisés permitir a carta de divórcio. Estava acontecendo o seguin: o homem não se agradava mais da esposa e a mandava embora, porém ela continuava ligada a ele pela lei. Por isso os farideus sitaram isso diante de Jesus, na intenção de o por à prova.
 
2 "MAS NÃO TEM SIDO ASSIM DESDE O PRINCÍIO" - A expressão de Jesus, nos leva ao verdadeiro sentido do casamento - a união de corpos - UMA SÓ CARNE. Foi isso que Deus falou no princípio. Embora, assim como a sociedade judaica da época de Jesus defendia o divórcio, muitos líderes o fazem também, MAS À LUZ DA PALAVRA DE DEUS, NÃO HÁ RESPÁLDO. Ao analisarmos o texto de Ml 2.13-16, vemos o Judá questionando o porque que Deus não dava mais atenção às suas ofertas, por isso, derramavam lágrimas e cobriam o Altar do SENHOR com elas. O profeta responde (PRESTE ATENÇÃO NA RESPOSTA):
 
14 "Mesmo assim, insistes em questionar: "por que?" Ora, Yahweh tem sido testemunha entre ti e a esposa que tens desde a juventude, para com a qual foste infiel, não cumprindo a tua promessa de lealdade, embora ela fosse tua companheira, e a mulher da tua aliança matrimonial.
15 Ora não foi o SENHOR que fez deles um só? Eles lhe pertence em corpo e espírito. E por que um só? Porque ele desejava uma descendência santa e abençoada! Portanto, cuidai atentamente de vós mesmos: Ninguém seja infiel para com a sua esposa, a mulher da sua mocidade.
16 "Pois Eu odeio o divórcio e também odeio aquele que cobre as suas vestes de violência!" afirma o SENHOR dos Exercítos. Por isso, procedeis com sabedoria: não sejais infiéis".
 
Aplicando o texto de Malaquias:
  1. O profeta diz: "Yahweh tem SIDO testemunha" - no casamento Deus é testemunha entre o casal. Ele sabe quem está certo ou errado. Para se realizar o casamento no civil, é preciso testemunhas, e o interessante, é que essas testemunhas ao longo da vida do casal, não está por perto, porém, a TESTEMUNHA FIEL, o SENHOR, está.
  2. O profeta, conforme a orientação de Deus, aponta a infidelidade da parte do esposo, pois no altar, há a promessa de ser fiel, ser leal um ao outro. Muitos casais se esqueceram da TESTEMUNHA FIEL - O SENHOR, se há algum problema no casamento, para muitos, é mais fácil se separar do que buscar ajuda. Lutar pelo casamento.
  3. Fez deles UM só - o profeta trás à memória do povo o que o SENHOR falou desde o princípio (Gn. 2. 24-25). Quem fez "deles" UM só? O SENHOR! Independente, se a escolha é minha ou se busquei segundo a vontade de Deus (não existe profecia para casamento, mas se você orar Deus mostra quem é a pessoa, pois muitas vezes, é lobo, e se não houver oração, como Deus vai mostrar?), Ele é quem UNE. MAS NÃO VAI DEPENDER APENAS DE DEUS A FELICIDADE DO CASAL, VAI DEPENDER PRICIPALMENTE DE AMBOS.
  4. Eles lhe pertence - a quem pertence o casal? A Deus! Eles = casal - Lhe = Deus. Entendeu, meu querido? Mais é uma guerra, é uma luta, o casal é de Deus. Ambos cristãos, ou até, um dos conjuges cristão, pois santifica o outro.
  5. Eu odeio o divórcio - Se Deus odeia, por que então muitos líderes tem sido a favor? Uma das desculpas: "É porque ela é nova, casou muito cedo e o marido foi embora, ela vai ficar presa à solteirice?" Não! Deus não quer isso. Quem faz a escolha de casar ou não somos nós. É a lei da semeadura, as vezes fazemos escolhas erradas. Não buscamos seguir a voz de Deus, e quando fazemos isso, sofremos. Meus queridos, não é fácil, mas se foi feito a escolha, é viver as suas concequências. DEUS NÃO MUDA! Lembremos disso!
 

 
Só que a questão, ou seja, a DISCUSSÃO, vai mais além: O CASAMENTO APÓS O DIVÓRCIO. Outro mais, essa questão - O CASAMENTO APÓS O DIVÓRCIO, não tem nenhum respáldo bíblico. Tem aqules que dizem, que Jesus falou que se houver adultério a outra parte pode casar de novo, EM NEHUM MOMENTO JESUS DISSE ISSO. Se houver adultério, pode haver o divórcio, mas NÃO um segundo, terceiro, quarto casamento, porque é nisso que vai dar. É importante estudarmos o testo dentro do contexto para não gerar heresia.
 
 
Que Deus, em Nome de Jesus, o Seu Filho, vos abençoe sempre!!

domingo, 15 de março de 2015

"MULHERES CHAMADAS POR DEUS"

Graça e Paz da parte do Eterno e Soberano Deus!!
"Nesta época, Débora, uma profetiza, casada com Lapidote, julgava e liderava Israel." (Jz 4:4) (BKJ Atualizada)
Quero te pedir que leia com muita atenção, pois este post vai te ajudar neste momento de dificuldades na tua lidernaça.
Quero iniciar este post com uma experiência pessoal. Quando me converti ao SENHOR tinha 15 anos de idade, e em pouco tempo, o Eterno começou a trabalhar na minha vida mostrando a sua chamada - MINISTRAR O EVANGELHO DO SENHOR JESUS. Um certo dia, já com os meus 22 anos, era professora de EBD - Escola Bíblica Dominical -, e ensinava a adolescentes (meninas). Nesse dia, era um sábado e, era estudo para os professores, eu estava numa sala junto com outras professoras que ensinavam de infanto juvenil à crianças, enquanto isso, na igreja, estavam discutindo, pois um obreiro havia criticado o fato de o presbítero ter me dado oportunidade para pregar, e outra, por eu ter lido a leitura oficial. Quando saio da sala, que entro no templo, as irmãs estavam muito chateadas, pois o mesmo, havia dito que mulher só servia para dirigir fogão. Fiquei um pouco triste, pois o presbítero que havia me dado a oportunidade, foi muito criticado, então me senti culpada. Na semana seguinte, este mesmo obreiro que causou no sábado, estava escalado junto a outro para o culto de oração, ambos não puderam chegar por motivos justos, nesse momento não havia um obreiro se quer para realizar a obra. A zeladora da igreja, veio até mim e pediu que eu tomasse a ferente e realizasse o culto. Não pensei duas vezes, fui. O Eterno operou gloriosamente, para honra e glória do Seu Nome. No dia seguinte, compareci na secretaria para justificar a minha atitude, logo, o dirigente, me disse: "Irmão Cristiane, a senhora fez bem. A obra não podia parar. Isso que aconteceu, é só uma das muitas experiências até aqui.
Nenhuma liderança é fácil. Desde liderar o departamento infantil à liderar igreja. Quando falamos de liderança feminina ou o chamado feminino, muito me alegro, pois vemos o Eterno usanso mulheres na propagação do Seu Reino. Embora alguns critiquem, digam que isso não existe, que Deus não chamou mulheres para liderar, se Deus não chamou, porque então a obra prospera? Sabemos que é Deus quem opera, mas se não foi Ele quem levantou muitas mulheres para liderar, então porque Ele opera? Só o SENHOR para nós responder.
Já falei sobre Débora em outra oportunidade, mas não como uma líder, hoje quero dividir com vocês, um pouco do que aprendi com esta - líder:
1. Ela liderou a Israel em tempos difíceis - Precisamos entender que, toda liderança só reconhecida se boa ou ruim, em tempos difíceis. Não pense que Deus te chamou para viver uma vida folgada, cheia de regalias, não. Ele te chamou para você liderar em tempos de calamidades, porém, Ele é contigo. É Ele quem te dará estratégias neste momento. Israel havia cometido o que o Eterno, Soberanno Deus, não se agradava, por isso, o SENHOR os entregou nas mãos de Jabim, rei de Canaã, e esse, subjugou a Israel por 20 anos. Foi, nesse período, que Deus levantou Débora, mulher profetiza, para liderar/julgar o seu povo, Israel.
2. Quando era procurada pelo povo, era achada - A bíblia nos revela que os filhos de Israel, costumavam vir até ela para que ajuizasse as suas causas (Jz 4:5). Havia uma tamareira onde Débora se sentava debaixo, e recebia o povo. Ela não recebia o povo em "casa", mas havia esse lugar onde ela recebia o povo e os ouvia. Esse ponto é muito importante, existem líderes que em vez de resolver questões que são referentes à obra, na igerja, levam para casa. Por exemplo: houve um problema entre duas irmãs, uma corre e vai na casa da líder e fala um monte de coisas. A líder liga imediatamente para a outra da situação, e pede que ela vá à sua casa, pois tem um problema para resolver e tem que ser naquela hora. A irmã chega, e em vez de resolver, piorou, pois até o marido, os filhos, a sogra, da líder entraram no problema. E aí, era melhor na igreja ou em casa? Existem casos e casos, porém o que você puder fazer para evitar isso faça. O que referente à obra de Deus resolva na Casa de Deus. Ressaltando: existem casos e casos. Outra coisa, tem líder que quando vão a procura dela para resolver questões, aconselhar, etc., não é encontrada. A partir do momento que abraço o chamado do SENHOR, tenho que entender que abraço o POVO.
3. Ela tinha a Palavra do SENHOR - Débora tinha comunhão com o Eterno. Conhecia a Voz de Deus. Ela falava com Deus e, Ele fala com ela. Um certo dia, ela manda chamar Baraque, que era da tribo de Naftali. Quando ele chegou, ela lhe declara: "Yahweh, Deus de Israel, em verdade te ordena: 'Prepara-te! Toma contigo dez mil homens dentre os filhos de Naftali e os filhos de Zebulom e vai ao monte Tabor." (Jz 4:6) BKJ Atualizada. Débora não estava na liderança do povo apenas para ouví-los, mas também para falar. As palavras transmitidas por ela não era apenas conselhos humanos, que partia do seu próprio coração, mas tmabém ela lhes anunciava a Palavra que vinha do SENHOR. Não significa dizer que ela "profetiza das 24h", não, mas ela tinha na sua boca e no seu coração a Palavra de Deus. Tem líder que você senta com ela e, sinceramente, não tem mensagem, ou seja, ela senta fala de todo mundo, bem e mal, mas quando você começa a falar sobre a Palavra do SENHOR, ela fica perdida, pois não busca o conhecimento do Soberano. Líderes que deixam a desejar, tem nome de líder, mas na verdade, não o é.
Me permitam falar mais uma experiência pessoal: conheci um pastor, e sempre que ía em sua casa junto com minha filha, viajavamos dentro das Escrituras Sagradas, e sua esposa só ouvia. Um certo dia, não diferente dos outros, estavamos falando da obra de Deus, da Sua Palavra, quando a esposa do pastor se retirou e foi para a cozinha. Lá, ela conversando com a sua filha e a minha, disse: "a irmã Cristiane só fala da bíblia, toda vez que chega aqui." Minha filha me contou, eu respondi: "Se eu tivesse chegado lá e conversado sobre a casa de fulana, o marido de beltrana, ela tinha participado claramente da conversa.
Você precisa entender que as pessoas que estão a sua volta espera de você. Sabemos que nada temos se não vier de Deus, mas é isso, as pessoas esperam sempre, que venha algo de Deus atraves de você. Uma palavra, um gesto, uma postura. Acredite, Deus te chamou para você levar a Palavra dEle. Para isso, é preciso que estejas em comunhão com o SENHOR. É preciso que você esteja sempre na brecha, para que, quando o SENHOR olhar para ela te veja lá. Não espere Deus está à sua disposição, como muitos líderes fazem: "Eu determino e Deus assina em baixo." Não é bem assim. Se ponha na posição de serva e diga: es-me aqui, envia-me a mim.  
4. Ela tinha a confiança do povo - O SENHOR havia dito a Baraque: "Eu os entregarei em tuas mãos e tu vencerás" (Jz 4:7). Deus assegura a Baraque que iria entregar em suas mãos o exercíto de Jabim, o qual Sísera era chefe, porém ele rogou a Débora que ela fosse com ele, pois se enão fosse, ele não marcharia (4:8). Atenção: a atitude de Baraque não significa que ele não creu na Palavra do SENHOR, mas ele pediu que Débora estivesse presente neste momento, que seria especial para os filhos de Israel. Minha querida, glorifique ao SENHOR, pois se contam contigo para um determinado fim, é porque vê o SENHOR em ti. Não tenha medo, se Deus determinou, Ele vai te honrar nesta empreitada. O Eterno, Soberano, e Poderoso Deus, será glorificado através da tua vida. Imagine: uma pessoa na igreja chega e te convida para lhe ajudar numa "guerra", você vai fugir? E se Deus te levantou para "comprar" as causas dos outros? Deus é tremendo minha amada, entre nessa causa, Deus vai te usar nela, e a vitória dessa pessoa também será a tua. Em nome de Jesus! 
5. Era uma líder de coragem - Ao ser convidada por Baraque para a guerra, ela não exitou, foi (4:9). Ainda tem gente que diz que "guerra" é coisa de homens. Será? Diante disso, você tem dúvida? Para encarar uma guerra, não tem gênero, só basta ser convocado pelo SENHOR DOS EXERCÍTOS. Ela não era do tipo que quando as coisas apertavam abandonava a "obra". Tem muitas que na primeira dificuldade já chega para o pastor e já quer entregar o departamento, porque é muito difícil, o povo é complicado para trabalhar, bom, é monte de desculpas. Essa, acredite, não foi chamado pelo SENHOR. Minhas amadas e queridas irmãs, fazer a obra de Deus não é fácil, é verdade, mas permaneçam firmes e constantes na obra do SENHOR, cientes de que Ele estará com vocês. Por mais difícil que seja, foi a você que Ele confiou este negócio. É nirmal, sim, o medo, o desepero bater, mas recoar não. Se está com medo, pois existe sim uma pressão constante, psicológica, familiar, dos demais líderes que estão juntos a você, mas busque ao SENHOR, que te ajudará superar os medos e te levar ao campo de batalha, para de lá voltares entoando o Cântico de Vitória. Aleluia!!
Concluo este post dizendo: ACREDITEM NA CHAMADA DE DEUS NA VIDA DE VOCÊS!
Por mais que digam que você não é capaz, lembre-se, quem te chamou não foi o homem, FOI DEUS!!
O SENHOR as abençoe sempre, e que vocês exerçam um ministério próspero, com humildade, verdade, amor, e fidelidade para com Deus e os homens!!
Um imenso abraço!
Até a próxima... Se Deus quezer!! =)

 

sexta-feira, 13 de março de 2015

Musica: ME ENSINA A TE ADORAR SENHOR





Não sabe adorar ao SENHOR? Peça a Ele, e Ele te ensinará... Lindo louvo de Leonor! "Na coração te ergo um altar... Incenso de louvor eu vim pra te ofertar!!"




"Josias, Filho Bom de um rei Mau"

Graça e Paz da Parte do Eterno à todos!!

Bem vindos a mais um post... Que o Espírito Santo do Eterno, vos conceda uma boa reflexão!!

"Josias tinha oito anos quando começou a reina, e governou trinta e um anos em Jerusalém. Sua mãe se chamava, Jedida, filha de Adaías, de Bozcate. Ele praticou o que era reto e agradável aos olhos de YAWEH, o SENHOR e procurou agir em tudo de acordo com os princípios de Davi, seu antepassado, sem se desviar para direita nem para esquerda". (2Rs. 22:1-2 - Tradução BKJ Atualizada)

Faz bastante tempo que desejo falar a respeito do rei Josias, o qual para me, foi um grande exemplo de líder. Antes de entrarmos no texto de hoje, quero ressaltar que em um post e outro tenho focado muito a questão de liderança/líder devido as mudanças em nosso meio e ao surgimento de líderes auto denominados. Não tenho o hábito de fazer citações de denominações, mas busco, pelo poder da palavra de Deus, chamar a atenção de todos para a crítica/análise/questionamento, pois diferente de muitos que ministram a Palavra do  SENHOR, Jesus nos ensinou a buscarmos compreender as Escrituras e o poder de Deus (Mc. 12:24 - embora Ele estivesse falando a cerca da ressurreição dos mortos, podemos entender que seja sobre a ressurreição ou outro assunto, precisamos conhecer os Escritos Sagrados). O meu propósito neste blog é levar a Palavra do Eterno, ao mesmo tempo chamar a sua atenção para a verdade do Evangelho. Estude a Palavra. Busque aplicar a Palavra de Deus na sua vida e, não viva segundo a concepção de homens, mas sim, segundo a Palavra do Eterno e Poderoso Deus. Obs.: "Quando falo de concepção de homens, falo de normas e regras que não tem fundamento bíblico, pois se busco viver obedientemente a normas e regras sem eu buscar saber onde estão de fato fundamentadas - SE TEM FUNDAMENTO BÍBLICO -, estou sendo LEGALISTA".

Hoje, vamos meditar um pouco sobre a criação/educação de Josias. Para isso, vamos voltar um pouco no tempo. Josias foi filho de Amom, filho de Manassés, filho de Ezequias. Da genealogia de Josias, vamos falar em poucas palavras, de Amom, Manassés e Ezequias. 


  • Rei Ezequias - Começou a reinas aos 25 anos e governou 29 anos em Jerusalém. Foi ele quem tirou os altares idólatras das colinas. Despedaçou a serpente de bronze que Moisés havia construído, pois até aquele tempo os israelitas lhe prestavam veneração queimando incenso. Era conhecida como Neustã. (2Rs. 18: 2-4). Um dos seus atos muito lembrado pelos cristão são: a vitória sobre os assírio - Deus enviou um anjo e este destruiu 185 mil gerreiros (2Rs. 19:35) e o seu clamor ao SENHOR após receber a profecia sobre sua morte (2Rs. 20: 1-11). 


  • Rei Manassés - Iniciou seu governo aos doze anos de idade, e governou cinquenta e cinco anos em Jerusalém. Diferente do seu Ezequias, Manassés fez o que era mau perante o SENHOR. Um dos atos foi seguir a prática abominável das nações pagãs, pois voltou a edificar os altares das colinas cujo o seu pai Ezequias havia derrubado; ergueu altares à Baal, entre muitos outros. (2Rs. 21: 1-16).


  • Rei Amom - Com vinte e dois anos de idade começou a reinar em Jerusalém. Ele imitou o mau procedimento do seu pai Manassés e também adorou e serviu os ídolos que seu pai cultuava. (2R. 21: 19-26).

Rei Josias - Sua infância - Até os seus oito anos, podemos assim perceber, não foi de bons exemplos. O rei Amom seguiu o mau caminho de seu pai Manassés, e Josias, estava diante de um pai que como líder deixou muito à desejar. Um mau legado. Não sabemos sobre Amom como pai, esposo, mas como líder fez TUDO ERRADO. Será que o rei Amom pensava no legado que deixaria para o seu filho? Um legado de idolatria e abandono ao SENHOR.
Josias viu tudo! Ele viu o governo pecaminoso de seu pai. Os pais tem uma participação especial na formação do caráter da criança. Josias estava diante de uma educação, principalmente religiosa, errada. Toda a nação israelita sabia - NÃO TEREIS OUTROS DEUSES. Tiveram! Tanto o Reino do Norte quanto o do Sul seguiram por esse caminho, porém, o reino do Sul, teve alguns reis que buscaram em seu reinado conduzir o povo segundo a vontade do Eterno.

O Seu Reinado - Josias

Embora ele tenha tido um pai cujo exemplo não foi um dos melhores, Josias praticou o que era reto perante o SENHOR. Ele busca Reformar o Templo. Diferente de seu pai, ele buscou trazer de volta o Culto a Deus. A última reforma do Templo tinha sido feita no ano 813 a.C., no reinado de Joás (2Rs 12: 6-12). Agora, Josias busca o que Manassés e Amom não fizeram, reformar o Templo. No seu décimo oitavo ano de reinado, ele manda Safã, o escrivão ir à Casa do SENHOR mediante a seguinte ordem: pegar o dinheiro, conferir e entregar nas mãos dos homens que estavam responsáveis pela supervisão da reforma do Templo. Safã ao chegar no Templo se depara com o sacerdote Hilquias, e o mesmo havia encontrado o Livro da Torá, a Lei, na Casa do SENHOR, o Eterno e o entrega em suas mãos. Chegando diante do rei Josias, Safã lhe diz que os servos haviam contado todo o dinheiro e que já tinham conferido aos supervisores da obra. Ainda diante do rei, Safã relata sobre "o grande acontecimento do dia" - fala minha =).: "O sacerdote Hilquias me entregou um livro". E o leu na presença do rei. Ao ouvir a leitura do Livro, o rei RASGOU AS SUAS VESTES. No mesmo instante dá a seguinte ordem ao sacerdote Hilquias, Aicão, Acbor e a Safã, o escrivão: "Ide, e consultai o Senhor por mim, pelo povo e por todo o Judá, acerca das palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do Senhor, que se acendeu contra nós; porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras deste livro, para fazerem conforme tudo quanto acerca de nós está escrito". (2 Reis 22:13). 

Comentário - 1. Quando Josias nasceu, foi num período em que o povo, sob o governo de seu avô Manassés e seu pai, haviam abandonado a Lai - a Torá. A última reforma foi em 813 a.C., no reinado de Joás. O seu bisavô Ezequias, morreu 65 anos antes da reforma implementada por Josias, logo podemos entender que o rei Josias não tinha noção da Torá; 2. Ele percebe que os atos cometidos pelos seus pais - "nossos pais - ele fala no geral"-, haviam acendido a ira de Deus - leia Dt. 6:14-15); 3. Ele busca a voz do SENHOR.

 Hulda, a profetiza declara:

Ao ouvirem o rei, o sacerdote Hilquias, Aicão, Acbor e a Safã, o escrivão, vão consultar a profetiza Hulda, que morava nesse tempo na parte baixa de Jerusalém. A palavra: "Assim diz o SENHOR: Eu trarei castigo sobre este lugar e seus moradores, de acordo com todas as palavras do Livro que o rei de Judá leu!" (22:15). A ira de Deus estava por vir. Porém, O SENHOR, se agradou da ATITUDE do rei, pois ao ouvir o que havia escrito, o seu coração se moveu e ele se humilhou na presença do SENHOR rasgando as suas vestes e pranteando o seu arrependimento diante do Eterno, o SENHOR o ouviu. Por essa atitude do rei, o Eterno lhe promete que não iria trazer o castigo sobre Judá enquanto ele estivesse vivo.

Comentário - A atitude o rei não fez com que o Eterno não castigasse a nação, mas "retardou" a sua ira, podemos assim dizer. O coração do rei estava no SENHOR, mas não o de todos. Outros viriam, será que agiriam como o rei Josias? Não. Deus conhece o nosso coração, e sabe quando o nosso arrependimento é de coração ou não.


Josias renova a aliança:

Ele vai ao Templo do SENHOR, junto com todos os homens de Judá, moradores de Jerusalém, os sacerdote, profetas e todo o povo, dos mais jovens e simples aos mais idosos e influentes da cidade, e celebra uma nova aliança com o SENHOR. E da mesma forma todo o povo firmou compromisso com essa ALIANÇA.

Comentário - O rei não estava sozinho nessa. Todos firmaram num nova aliança com o Eterno. Podemos ver a influência que um líder pode exercer sobre seus liderados. Em toda liderança sempre tem alguns que pode até não concordar, mas se foi Deus quem levantou não importa os oponentes, o líder será vencedor. Vemos reis levar muitos ao caminho errado, mas também vemos reis levar muitos ao caminho certo. Josias não tinha experiência religiosa, mas tinha uma "equipe" que lhe deu um suporte forte. Você que é líder, tenha cuidado com sua equipe. Não escolha com quem você vai conduzir a obra, deixe DEUS ESCOLHER, Ele sabe as pessoas certas. É difícil falar desta nova geração de líderes, pois vemos muitos levarem a obra de Deus de todo jeito. Em alguns ministérios, vemos uma libertinagem extrema. Está faltando a Palavra. Muitos não pregam mais a SANTIDADE, o AMOR, a MISERICÓRDIA, entre muitas coisas que o Eterno quer de nós. Hoje é muito "fácil ser cristão", pois tem "igrejas" pra tudo que é gosto. Mas, creio, que ainda haverá uma reforma no nosso meio. Deus há de levantar reis/pastores/líderes que como Josias vai remover, pelo Poder da Palavra do Eterno, o profano que está no santuário de Deus - a Igreja.

A Reforma Religiosa:

"Essa vai doer"(Fala minha)

O rei Josias aproveita a oportunidade e ordena ao sacerdote Hilquias e os guardas da entrada retirassem da Casa do SENHOR todos os objetos que tinham sido feitos em adoração e homenagem aos deuses, e os queimou fora de Jerusalém. Destruiu todos os falsos sacerdotes que foram nomeados pelos próprios reis de Judá para queimarem incenso sagrado sobre os altares idólatras. Também, destruiu os aposentos dos prostitutos religiosos, conhecidos como sodomitas, e que ficavam nas dependências do Templo do SENHOR, local onde as mulheres ficavam tecendo as roupas usadas nos cultos à deusa Aserá. ( Leiam 2Rs. 23: 4-14).

Comentário 

A situação que o rei se deparava não era fácil. Ele desfez de obras de anos. Vamos fazer um paralelo entre o que a situação que rei estava enfrentado naquele momento e os nossos dias: a idolatria é bem notável em nosso meio. Embora muitos não queiram reconhecer, a idolatria cresce no meio evangélico.
Líderes que vêem a Casa do SENHOR sendo profanada e não fazem nada. Não querem ser vistos como "radicais", é assim que é chamado todo aquele que luta pela santidade na Casa de Deus. É chamado de radical, todo aquele que luta pela verdade do Evangelho, pois muitos tem pregado um fácil evangelho, onde "Deus não está preocupado com o exterior", se fosse assim, Deus não nos havia feito à sua imagem e semelhança. São líderes como o rei Josias que o SENHOR chama para a sua Obra. Líderes que não se preocupam se serão aceitos, se serão aplaudidos pelas multidões, se receberão louvores dos homens, pois o VERDADEIRO OBJETIVO É TRAZER DE VOLTA A VERDADEIRA ESSÊNCIA DO CULTO A DEUS. Líderes que não pensam duas vezes, QUEBRAM ALTARES, que REMOVEM ÍDOLOS que entram na Casa de Deus e seduzem o povo do SENHOR. Sim, líderes como Josias, que em todo o seu reinado honrou a Deus e levou o povo para perto do SENHOR. 

Deus te abençoe!! É líder? Então reveja sua liderança, se estiver fora do padrão de Deus, entre agora, e Deixe Deus te usar!!  

" COMPREENDENDO OS SINAIS"

A paz do SENHOR meus amados!


Após ver um vídeo onde a bispa Sonia Hernandes fala sobre "os sinais de Deus", fiquei meditando a cerca do tema e gostaria de poder compartilhar com vocês.

No post de hoje, quero chamar um pouco a atenção de vocês para uma realidade - OS SINAIS DE DEUS NO DIA A DIA. O SENHOR, Todo Poderoso, não fala conosco apenas através de profecias, mas também por meio de sinais. Antes de tudo, precisamos entender o que podem ser "os sinais". Os sinais podem ser situações que acontecem com finalidades. O velo molhado e enxuto - no caso de Gideão.  

Um certo dia, o anjo do SENHOR apareceu a Gideão e disse que ele iria livrar a Israel das mãos dos midianitas, Gideão, faz PROVA, em outras palavras, pede um SINAL, se Deus, por meio de sua mão, livraria a Israel - (Jz. 6. 36-40). O texto Sagrado revela que o Eterno respondeu ao seu servo Gideão de acordo os sinais que ele pediu.
É bem verdade que para nós compreendermos OS SINAIS que surgem na nossa caminhada, é preciso termos COMUNHÃO com o SENHOR. Se eu não buscar conhecer mais de Deus, como poderei compreender o que Ele me fala? Há experiências na Bíblia que vemos Deus "falando" por meio de sinais: no caso do rei Ezequias que, o SENHOR lhe deu um SINAL, fazendo retroceder dez graus do relógio de Acaz ( 2Rs. 20. 9-11). É preciso estarmos conectados com Deus, para entendermos a finalidade destes sinais na nossa vida.
As vezes o que eu quero não é o que Deus quer, então o SENHOR busca nos fazer entender isso, Ele fala através de profecias, de sonhos, visões, e, sem sombra de dúvida, por meio de sinais. Abaixo tem duas ilustrações: 

1. Maria quer vender a sua casa e ir embora da cidade, porém não é este o plano de Deus, pois o SENHOR, a que exaltar ali, porém ela insiste em vender a casa. Ela está tão decidida que não consegue perceber que não é esta a vontade de Deus. Chega o primeiro interessado, olha a casa e diz: "o preço é bom, mas não gostei do quintal". Chega o segundo: "A casa é boa, mas a rua não favorece". Chega o terceiro... O quarto... Nada dá certo

2. Paulo foi promovido "a" - começa os comentários: "Paulo só foi promovido porque andava engraxando o sapato do chefe". "Depois que foi promovido "a", anda todo arrumado, ficou metido, passa e nem fala. Paulo esculta isso e já quer sair da empresa porque as pessoas estão falando mal dele, estão julgando-o. Só que Paulo não percebe que Deus o elevou à este cargo, e que ele não faz nada do que "essas" pessoas estão falando, logo a inveja tomou conta deles. O comportamento "dessas pessoas" também é um tipo de sinal, porém NÃO da parte de Deus, mas do maligno, que quer ROUBAR a benção que Deus deu ao Paulo, e se Paulo não estiver ligado com Deus, ele não vai saber IDENTIFICAR o sinal, ou seja, ele vai pensar que a sua promoção não foi de Deus, por isso tem que sair da empresa.

Os exemplos a cima, são apenas ilustrativos, mas sabemos que na realidade, não é diferente. Precisamos DISCERNIR os sinais que são da parte de Deus e os que não são. Este assunto, a meu ver, é ESSENCIAL para a nossa vida, pois estamos cercados de sinais que NÃO SÃO DE DEUS. Busque compreender, entender, TUDO o que está ocorrendo. Deus pode está agora falando com você, porém você não está entendendo. Pare um pouco, busque a Deus a cerca de tudo isto. Não pense que porque está "tudo" dando errado Deus não está no negócio, as vezes AINDA NÃO É O MOMENTO. Saiba interpretar os sinais. 

Que Deus, em Cristo Jesus o seu Filho, continue lhes abençoando!!

=)






quarta-feira, 11 de março de 2015

"A FÉ do Oficial do rei"

A paz do SENHOR Jesus!

Sejam bem vindos meus queridos a mais um post. Desde já, Deus vos abençoe, em nome de Jesus!


"O oficial do rei disse a Jesus: "SENHOR, desce, antes que meu menino morra!" Assegurou-lhe Jesus: "Pode seguir, o teu filho vive." O homem acreditou na palavra de Jesus." (Jo 4. 49-50 Tradução BKJ - Atualizada)

No texto de hoje, vamos meditar um pouco a cerca de um homem em busca do milagre para a vida do seu filho.

Mais uma vez Jesus vai à Caná da Galileia, onde fizera o milagre da transformação da água em vinho. Ao saber disto, um oficial que estava com o filho doente em casa, foi ao encontro de Jesus para roga-lhe que curasse o seu filho, que estava já a ponto de morrer. Em suplica, o oficial pede que o SENHOR desça até à sua casa, que ficava em Cafarnaum, antes que o seu filho morresse. Em resposta, o SENHOR lhe diz: "Pode seguir, o teu filho vive.", e o homem creu na Sua Palavra. Sem demora, e com o coração cheio de fé na Palavra do SENHOR, vai ao encontro do filho. No caminho, encontra seus servos que já ia ao seu encontro para lhe dar a notícia - "Teu filho vive!" Seus servos lhe diz a hora em que a febre havia deixado o corpo do menino - "Ontem, à hora sétima" - 13:00h. Então, o oficial reconheceu que foi naquela mesma ora que o SENHOR lhe disse "Teu filho vive."


Embora o SENHOR não tenha ido à sua casa, lhe declarou: Teu filho vive! E o homem creu. Jesus podia ter ido? SIM! Porém, apenas disse "Teu filho vive". Ele é ONIPRESENTE! Embora não tenha estado em corpo ao curar o menino, Ele o fez - o CUROU. Podemos aprender com este homem - CRER NA PALAVRA DO MESTRE! Você pode até não O ver, mas creia em Sua Palavra. 



Aleluiaaaa!!
Deus seja Louvado!

segunda-feira, 2 de março de 2015

"A TEIA"

A paz do Eterno à todos!!

Olá meus queridos! 

"Ele te livrará do laço do inimigo ardiloso (...).
(Sl 91.3a - Tradução BKJ - Atualizada)  

Calminha, não vou falar sobre aranhas, mas sobre "A TEIA". Estava um dia olhando para o cantinho da parede do banheiro da minha casa, especificamente ao chão, observando bem, vi uma pequena aranha que estava de um lado para o outro, parecia está "levitando". Elão não toca o chão. Eu sabia que tinha alguma ali, porém NÃO dava para VER. Me aproximei e ainda NÃO dava para VER. Sai do banheiro, mas aquilo ficou todo o tempo na minha cabeça.

Refletindo nisso, o ESPÍRITO DO SENHOR me trouxe um ensino sobre essa situação. Preste atenção: Embora eu não conseguisse vê-la, a TEIA estava lá. O que me dá esta certeza, é o fato de ver a aranha lá, logo era sobre a teia que ela andava. No âmbito espiritual não é diferente, o Maligno arma as sua TEIAS e muitas vezes não a percebemos, porquê? Porque os nossos olhos humanos são LIMITADOS. Mas o laço/a teia está armada. Como a aranha, o Inimigo arma seus laços para nos prender e nos devorar vivos. Deus é o único que tem o poder de nós livrar dos mais diversos laços ardilosos do Maligno, mas para isso, precisamos "viver na habitação do Altíssimo" (Sl 91.1). Ei, meu querido, minha querida, não brinque próximo à TEIA, pois sem perceber, você pode acabar caindo nela. Da mesma forma que do pondo em que eu estava, não conseguia vê-la, no mundo espiritual também é assim, as vezes não conseguimos ver o maligno, mas ele está ali, esperando você e eu para nos prender. Fuja mau. Ah! É besteira. É só um pecadinho, vai fazer estrago não, VOCÊ QUE PENSA. Só em pensar que o "pecadinho" não faz estrago, o estrago já está feito. Ei, não existe pecadinho nem pecadão, existe PECADO, ele afasta o ser humano de Deus. Somos pecadores, mas não podemos nos entregar ao pecado. Cuidado à sua volta, sempre tem um  TEIA aramada, pois o maligno não descansa.

"Ele te livrará do laço do inimigo ardiloso (...).
(Sl 91.3a - Tradução BKJ - Atualizada

Para isso, busque "viver" na habitação do Altíssimo.

Deus nos guarde... Até mais...!!

  

"A Trajetória Ministerial"

Graça e Paz à todos!
Texto de hoje...
"Eles lutarão contra ti, mas nada poderão fazer contra a tua pessoa, porque Eu estou contigo para te livrar! Diz o SENHOR." (Jr. 1.19 - Tradução BKJ - Atualizada
O post de hoje tem como objetivo mostrar um pouco do ministério do profeta Jeremias, ao mesmo tempo que refletimos a cerca da nossa trajetória ministerial.
Segundo os biblistas, Jeremias iniciou o seu ministério aproximadamente aos 20 anos de idade, no governo do rei Josias. Natural de Anatote, território de Benjamim. Filho do sacerdote Hilquias. Ao receber o chamado, relutou, mas se rendeu à voz e os propósitos do Soberano Deus. Por mais de 40 anos proclamou a mensagem do Eterno, entre as mensagens, a do julgamento divino contra o reino de Judá. Durante todo o seu ministério, suportou oposições, afrontas, ameaças, torturas e aprisionamento (11.18-23; 12.6; 18.18; 20.1-3; 26.1-24; 37.11-38.28). Com a morte do rei Josias, a oposição ao profeta ganhou mais força. Foi proibido de ir ao Templo. Tinha um "assistente e fiel secretário" (36.4-32), o qual anotava as suas palavras e anunciava as profecias. O rei Jeoaquim pegou todas as profecias escritas de Jeremias e as destruiu. Mais tarde, o profeta as reescreve (36.22). Tinha poucos amigos, entre eles Aicam (26.24), Gedalias (39.14), Ebede-Meleque (38.7-13; 39.15-18) e outros.
Numa leitura simples, já percebemos que não foi nada fácil para o profeta Jeremias cumprir com o propósito de Deus, mas ele, com a graça e as presença do SENHOR, concluiu o seu chamado. Nenhuma "Trajetória Ministerial" é fácil. Todo o ministério constituído por Deus na vida de uma pessoa, vem acompanhado de rejeição, perseguição, afrontas, prisões, etc. Por outro lado, a maior alegria do servo de Deus, o qual foi chamado pelo Soberano para exercer um ministério, e saber que está cumprindo UM PROPÓSITO DIVINO. Na ótica humana, podemos ver inúmeras pessoas para cumprir uma missão, mas Deus não ver como o homem ver. Jeremias, era por natureza, uma pessoa sensível e compassivo, mas foi chamado para profetizar, e a maioria das profecias, eram de juízo. Deus não olha para nós e diz: " Você é tranquilo, uma pessoa paciente, vou te locar para trabalhar com pessoa do mesmo jeito que você é. Vai combinar." Por exemplo, quando Saul morreu, quem era para reinar era um descendente dele, porem o SOBERANO DEUS, havia escolhido Davi. Temos que entender que Deus não trabalha segundo a lógica humana, mas a SUA SOBERANA VONTADE.
Na trajetória ministerial, muitas coisas dolorosas acontecem. Choramos, nos decepcionamos, erramos, porém meus queridos, não podemos deixar de cumprir a vontade do Eterno. O rei Josias, tinha com o profeta Jeremias uma amizade, mas quando ele morre, a situação mudou para o lado do profeta. Vemos no versículo de hoje, Deus deixando o seu servo ciente de que não seria fácil a caminhada, mas que "eles" não iriam prevalecer, pois o SENHOR estaria com o seu servo. Não reclame porque rejeitam você porque você fala o que DEUS MANDA. Não fique triste porque antes você era cercado de amigos, e agora que você abraçou o chamado do SENHOR, eles se afastaram de você, antes glorifique a Deus, pois Ele esta contigo. Não fique desanimado porque o pastor não lhe ver, ninguém lhe ver, Jesus te vendo já é o suficiente. Não busque reconhecimento dos homens, Deus já te reconhece, e isso, meu irmão, ninguém pode tirar de você.

Deus os abençoe!!
Um forte abraço e até mais...
  

Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *