Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

"Exortação à Perseverança da Fé"

"Graça e paz vos sejam multiplicadas, no pleno conhecimento de Deus e de Jesus, nosso SENHOR." (2Pe. 1:2).

Olá meus queridos! =)

Estou muito feliz em poder escrever mais um post, isso segundo a graça do SENHOR Jesus.

Hoje após eu e minha mãe realizarmos o culto doméstico (o culto familiar no lar), meditamos um pouco acerca da epístola de Judas e, gostaria de dividir esta experiência com vocês. Vamos lá...

Leitura: "Vós, entretanto, amados, lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso SENHOR Jesus Cristo, os quais vos alertavam: "Nos últimos tempos, haverá zombadores que seguirão as suas próprias e ímpias vontades". Estes são os que provocam divisões entre vós, os quais são dominados pelas paixões de suas próprias almas e não têm o Espírito. Vós, porém, amados, edificai-vos na santíssima fé que tendes, orando no Espírito Santo. Conservai-vos no amor de Deus, aguardando confiantemente a misericórdia de nosso SENHOR Jesus Cristo para a vida eterna. E demostrai compaixão para com alguns que não possuem essa certeza, assim como salvai a outros, arrebatando-os do fogo; e a outros, ainda, ajudai com misericórdia e temor, repugnando até a roupa contaminada pela carne." (Jd. v. 17-23) .

Meus amados, o texto de hoje se encontra na epístola de Judas versos 17-23 e tem como título a "Perseverança da Fé". 
Judas era irmão de Jesus Cristo e de Tiago (Mt. 13.55; Mc. 6.3). Na palestina da época do SENHOR Jesus, era muito comum o nome Judas, como Judas Tadeu, o apóstolo, e Judas Iscariotes, o traidor. É importante ressaltar que eles, Judas e Tiago, jamais mencionaram esse parentesco com Jesus para exigir algum privilégio ou atenção especial ás suas mensagens, por exemplo: "Aqui quem vos fala é Judas, o IRMÃO DE JESUS CRISTO; ou Aqui é Tiago IRMÃO DE JESUS CRISTO quem vos escreve".
O propósito maior de Judas era: "nossa comum salvação" (v.3), porém o Espírito do Eterno desperta o seu coração à "encorajar os irmãos a batalhar pela fé"(v.3).

Estudando o texto...

1. O que levou Judas a escrever esta epístola? - encorajar os irmãos a batalhar pela fé - O servo de Deus tinha várias razões, e a principal era falar da "comum salvação", mas sentiu a necessidade de "encorajar os irmãos a batalhar pela fé", razão imensa para, a punho, escrever esta carta. Nessa época, havia uma filosofia que ganhava muita força e adeptos entre os cristãos civilizados de todo o mundo - "gnosticismo"- "Filosofia. Religião. Ocultismo. Movimento de teor religioso que, possuindo caráter sincrético ou esotérico, foi criado nos séculos iniciais do calendário cristão, pautando-se no cristianismo convencional, juntamente com o misticismo e especulação filosófica, sendo o conhecimento alcançado a partir das verdades divinas e da rejeição da matéria." - http://www.dicio.com.br/gnosticismo/). Os "falsos mestres" usavam os textos do apóstolo Paulo e outras partes da bíblia para defender a "plena liberdade" do ser humano de uma perspectiva antinominiana, a fim de darem licença total às manifestações "da carne" (Gl. 5.13). Eles, os falsos mestres, "adulteraram a graça de nosso Deus em libertinagem" e "negam Jesus Cristo, nosso único Soberano e SENHOR" (V. 4).

2. "(...) lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso SENHOR Jesus Cristo, [v. 17]" - Judas chama a atenção dos irmãos a lembrarem dos ensinos ministrados pelos servos do SENHOR a cerca dos "falsos mestres" que provocavam divisões entre os irmãos com suas doutrinas heréticas e vãs filosofias. Quero fazer alusão que Judas, em sua época, advertia a igreja quanto ao cumprimento da profecia concernente a ondas de doutrinas heréticas e vãs filosofias. Esses falsos mestres e profetas, são também chamados de lobos devoradores (At. 20.29). O servo do SENHOR, ao mesmo tempo que chama a atenção dos irmãos para esta lembrança (v. 17), exorta-os à edificar-sem na fé orando no Espírito (v.20).

3. "Conservai-vos no amor de Deus, aguardando confiantemente a misericórdia de nosso SENHOR Jesus Cristo para a vida eterna." - Judas em sua exortação, incentiva os irmãos a estarem permanentemente no AMOR de Deus. Sem vacilar. Sem dúvida. É impossível estarmos no amor de Deus e não aguardarmos CONFIANTEMENTE a Sua misericórdia para a vida eterna. É por essa razão que ele, assim como os demais servos do SENHOR Jesus, buscavam orientar, ensinar a igreja a ter cuidado com esses "lobos" que vinham no intuito de disseminar suas doutrinas heréticas e filosofias vãs e assim desviarem os cristãos da verdade - JESUS CRISTO. 

4. "E demostrai compaixão para com alguns que não possuem essa certeza, - Havia também alguns que não tinham esta certeza - a vida eterna -, e Judas pede que os irmãos que traziam consigo essa certeza, tivessem compaixão daqueles que não a tinha. O servo de Deus não ensina aos cristãos à rejeitarem aqueles que estavam ali e que na verdade não estavam se edificando na santíssima fé, antes, exorta-os à terem compaixão, pois assim como eles já se ariscaram salvando a outros, arrebatando-os do fogo - "tirando alguém da beira da destruição" -, poderiam "resgatar" a esses também. (v.23). Para a realização desse ministério com sucesso, correndo riscos de sermos tragados pelo pecado, o exercício da misericórdia deve ser praticado sob a vigilância do temor a Deus e sem qualquer liberdade à carne.   




Fazendo um paralelo entre o período em que os pais da igreja cumpriam a missão ordenada por Jesus e o tempo que nós hoje estamos, vemos que tudo o que foi ministrado pelos apóstolos do SENHOR, vivemos hoje. A exortação dirigida por Judas, o servo, aos cristãos de sua época, faz-se necessário para nós hoje. É preciso que tenhamos cuidado, pois há, em nosso meio, muitos "falsos profetas e mestres". As característica que tanto os "falsos profetas e mestres" da época inicial da igreja, e os da nossa, é que estão sempre descontentes, críticos e lamuriantes. São movidos pela ganancia, e seu humor só melhora em função de seus interesses pessoais, quando não poupam adulações àqueles de quem acreditam obter algumas vantagem. Essa é uma cilada muito perigosa. Todos os pastores e líderes cristãos, especialmente, estão frequentemente expostos (1 Tm. 3.3; 1Pe 5.3; v11).


Que o SENHOR, em Cristo Jesus vos abençoe!!

Cuidado com os FALSOS PROFETAS E MESTRES!!

   













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *