Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

sábado, 28 de fevereiro de 2015

"DEUS ESTÁ CONTANDO CONTIGO"

Graça e Paz da Parte do Eterno!

Texto de hoje...

"Então o Anjo do Eterno apareceu a Gideão  e lhe saudou: "Yahweh está contigo, valente guerreiro!"" (Jz 6:12 - BKJ - Atualizada)

Hoje é aquele dia que quero escrever muito, mas como sei, e entendo, que as vezes a leitura é um pouco cansativa, vou "brigar" com minha vontade de escrever para não cansá-los. 

Vamos ao que IMPORTA - A PALAVRA DE DEUS.

Sei que muitos já conhecem a história, mas não custa nada lembrar. 

A nação de Israel, a eleita por Deus, novamente peca contra o SENHOR, por esta razão, Ele os entrega nas mãos dos midianitas. Como a mão do povo de Midiã se tornara extremamente pesada, estrategicamente, os israelitas constroem para si esconderijos nas montanhas, cavernas e nas fortalezes. O povo cumpria todo aquele "ritual", ou seja, seguia todo o procedimento de cultivo do trigo, desde prepara a terrar, plantar, colher. Diante de tudo isso, os midianitas, amalequitas, juntos com outros povos da região, vinham e invadiam o "território" israelita, e ficavam acampados, eles devastavam tudo. Eram como um enxame de gafanhotos. Essa situação, era constante. Então... O povo de Israel clamaram ao SENHOR. Por sua infinita misericórdia, Deus envia-lhes um profeta que, lhes exorta. Na exortação, o SENHOR fala para os israelita que foi Ele quem os fez subir da terra do Egito, do lugar de escravidão; os diz também, que livrou-os das mãos dos egípcios; das mãos de todos os que os oprimiam, e lhes concedeu a terra onde os seus opressores habitavam. Outro mais, fez-os lembrar que havia lhes dito que Ele é o seu Deus. Contudo Israel não deu ouvido. (Ref Jz. 6. 1-10

Em resposta ao clamor de Israel, o SENHOR envia o seu Anjo à Ofra, o qual se assenta de baixo de um carvalho, que pertencia a Joás filho de Abiezer. De onde o Anjo estava, via Gideão, que (pelo amor de Deus, que estratégia maravilhosa) no lagar estava malhando TRIGO. Não vou me aprofundar muito na história, mas (meu coração parece que vai sair pela boca) vou apenas focar no "propósito de Deus para Gideão". Imagine: a nação, meus amados, clamaram ao SENHOR, que levantou, não quem o povo "esperava", mas para quem DEUS TINHA UM PROPÓSITO - GIDEÃO. Haviam várias famílias, tinha aquelas que eram ricas, e da tribo de Manassés, a de Gideão era a mais pobre. Gideão, esperava que por sua famílias ser a mais pobre da tribo e ele o menor de sua casa, Deus não contaria com ele. Bom, ele se enganou! Era ele quem Deus usaria para cumprir o seu propósito - libertar Israel das mãos dos midianitas. 

ALELUIA!! Como não adora!! 


Eu gostaria de neste momento, olhar nos teus olhos e dizer: "DEUS ESTÁ CONTANDO CONTIGO!" O Eterno, Soberano Deus, não está preocupado se a tua família é influente ou não; se da tua casa, você é o que se destaca ou não; se na igreja você é visto ou não; Oh meu irmão, minha querida, Deus te escolheu para um propósito. Lembre-se, Deus não escolheu a Gideão pela aparência dele, mas sim porque Deus o quis. Deus não tem o porque de se justificar pra você e para mim a Sua maneira de trabalhar. Sabe, meus queridos, diante de todas aquelas circunstâncias, onde estava Gideão? Num lugar onde o inimigo não imaginava, malhando o trigo, sabe para que? Salvar o trigo!. Imagino que ele estava cansado de ver "o inimigo" levar tempo de trabalho. Ele, estava canado de ver os seus esforços tornando-se em nada. Imagino, meus amados, Gideão olhando e dizendo: "Nunca mais 'o inimigo' levará o meu trigo". (fala minha). Quem sabe, se alguém do povo viu - a bíblia não menciona -, e ficou tentando descobrir o que ele estava fazendo no lagar, em vez de correr? (Pensamento meu, não estou dizendo que está na bíblia). Oh meus queridos! Não olhe para quem está ao seu redor, foi você que Deus determinou. A guerra pode ser até difícil, mas acredite, quem te chamou para guerra te dará estratégias para você levar a todos que estão contigo, à vitória. 

LEMBRANDO: NUNCA PODEMOS NOS ESQUECER QUE A HONRA E A GLÓRIA É DE DEUS; QUE SEM O SENHOR, NADA PODEMOS FAZER; E NUNCA PERMITIRMOS QUE A EXALTAÇÃO CONTAMINE O NOSSO CORAÇÃO, POIS ASSIM COMO O ETERNO NOS EXALTA, ELE TAMBÉM ABATE. 


Um forte abraço, e que o SENHOR, o Eterno e Soberano Deus, vos abençoe sempre. Em nome de Jesus!!   




   

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

E SE JESUS VOLTASSE AGORA?

A Paz do SENHOR e Salvador Jesus Cristo!

Reflexão do dia...

"E, quando Eu me for e vos tiver preparado um lugar, virei de novo e vos levarei para mim, a fim de que, onde Eu estiver, estejais vós também." (Jo 14:3 - Tradução BKJ - Atualizada

Gostaria muito que o Eterno vos mostrasse como está o meu coração neste instante. O assunto de hoje muito me emociona e me preocupa. Me emociona pelo fato de ser uma promessa que o Mestre nos fez e que em breve se cumprirá. A parte que me preocupa, é ver que existem tantos que estão dormindo (espiritualmente), e outros que a cada dia que passa se distancia desta promessa, isso porque, a cada passo da vida se encurva às "ofertas" do mundo. Quando o SENHOR Jesus disse: "E, quando Eu me for e vos tiver preparado um lugar" - Ele não se referia a morada no céu, pois no versículo 2 Ele diz: "Na casa de meu Pai muitos aposentos; se não fosse assim, Eu o teria dito a vós" - o verbo "" é o mesmo que "existir", logo Jesus disse que lá na casa do Pai já estava pronto o lugar para nós. Fica claro que, quando Jesus disse: "E, quando Eu me for e vos tiver preparado um lugar" - Ele falava da CRUZ. Foi através do Sacrifício na CRUZ que Cristo nos garantiu morada eterna com Deus. 

Mas...
E SE JESUS VOLTASSE AGORA? Eis a questão. Ele disse que vai VOLTAR para nos LEVAR para Ele mesmo, e você, está pronto para ir? São perguntas que NÃO podemos deixar de fazer à nós mesmos. Não é ninguém que vai dizer se estamos prontos ou não, mas sim NÓS MESMOS. A nossa vida não deve ser pautada em opiniões, suposições, conceitos humanos, mas sim na PALAVRA DE DEUS. O que defendo muito é O ESTUDO DAS SAGRADAS ESCRITURAS, pois por falta de conhecimento nosso, ERRAMOS muito. As vezes por falta de um estudo profundo a cerca de um determinado assunto, nos equivocamos e dizemos que a "Palavra" do SENHOR diz o que de fato "NÃO DIZ", tudo isso, porque NÃO ESTUDAMOS a fundo o Texto Sagrado. Santifique-se segundo a Palavra de Deus. Meu amado, minha amada, temos nas mãos, a bússola que nos conduz À CASA DO PAI. Não perca o FOCO - VOCÊ NÃO PERTENCE MAIS A ESTE MUNDO. Ponha a "casa" - A SUA VIDA - em ordem, JESUS ESTÁ VOLTANDO!! 

Reflita nisto: E SE JESUS VOLTASSE AGORA? 

Que o SENHOR nos ilumine através da Sua Palavra!!

Na Graça do Pai...
Até a Próxima, se Deus quiser!! =)





sábado, 21 de fevereiro de 2015

"O Voto de Jefté, o Juiz"

Olá meus queridos... Graça e Paz da parte do SENHOR Jesus!!

Reflexão de Hoje...

"Então, o Espírito de Yahweh, o SENHORveio sobre Jefté e o dirigiu com poder a fim de que ele atravessasse as terras de Gileade e Manassés, passando por Mispá de Gileade, e daí avançou contra os amonitas. E Jefté consagrou este voto ao SENHOR: "Se entregares os amonitas nas minhas mãos, aquele que estivesse saindo da porta da minha casa ao meu encontro, quando retornar da vitória sobre os amonitas, será oferecido ao SENHOR, e eu o sacrificarei!" (Jz. 11.30-31) BKJ Atualizada.

As Sagradas Escrituras nos trás uma história que revela vitória e perda. Alegria e tristeza. Para compreendermos o texto acima, é preciso conhecermos todo o seu contexto. Jefté foi filho de Gileade com uma prostituta, e era guerreiro hábil. Ao morrer seu pai, seus irmãos - por parte de pai -, não aceitavam dividir a herança com Jefté, por essa razão, o expulsaram de sua terra. Humilhado por todos, por ser filho de outra mulher, ainda mais de uma prostituta, ele foge para longe de todos e se estabelece na terra de Tobe. Reuniu em torno de si um bando de vadios que passaram a andar com ele. Passou-se o tempo... Os amonitas fizeram guerra contra Israel. Não havia quem comandasse o povo na guerra. Diante dessa necessidade, os anciãos de Gileade foram em busca de Jefté (os líderes do povo tinham combinado entre eles que, aquele que iniciasse o ataque contra os amonitas, se tornaria chefe do povo de Gileade - Jz. 10.18)), na terra de Tobe. Ao encontrarem-no, pediram que ele voltasse, e comandasse o povo. Jefté segue após os anciãos de Gileade. Chegando ante ao povo, foi aclamado como chefe e comandante. Após ser aclamado, ele envia mensageiros ao rei amonita indagando a cerca de seu ataque contra a sua terra, pois da parte de Jefté não havia razões para que os amonitas viessem contra eles. No momento que Jefté tenta "evitar uma guerra" (podemos assim dizer), tentando usar o "poder da persuasão", não deu certo. A guerra estava declara. Não houve acordo entre, o juiz Jefté e o rei amonita. "Então, o Espírito de Yahweh, o SENHORveio sobre Jefté e o dirigiu com poder a fim de que ele atravessasse as terras de Gileade e Manassés, passando por Mispá de Gileade, e daí avançou contra os amonitas." Agora, as coisas passou a ser diferente, não era Jefté que iria com sua própria força, habilidade livrar o povo, mas sim pelo Espírito do SENHOR. Não seria ele dirigido por "suas experiências de luta", mas sim, pelo poder do Eterno. Com a presença do SENHOR sobre si, avançou contra os amonitas. Nos versículos 30 e 31, da leitura, vemos Jefté consagrando ao Eterno um voto. Se o SENHOR, entregasse em suas mãos, os amonitas, ele sacrificaria em holocausto aquele que estivesse saindo da porta da sua casa, ao seu encontro. Esse foi o voto. Ao voltar da guerra, feliz, pois o Eterno havia dado vitória ao povo, ele corre para a sua casa, com certeza para se alegrar com sua esposa e a sua única filha, e não tinha nenhum outro filho. Ao chegar em Mispá, sai ao seu encontro sua FILHA, dançando de alegria ao som de tamborins. Ele, ao vê-la, rasga as vestes e grita: "Ó Não! Ah, minha amada filha!(...)". (v.35 - BKJ Atualizada). Então, após dois meses, ele cumpre o voto que fez sacrificando a filha. 

Comentário...

Em meio a tantas "experiências", uma coisa Jefté não tinha - conhecimento suficiente da Torá, Lei de Yahweh. Essa falta de conhecimento contribuiu para algumas decisões precipitadas e erradas (Lv. 18.21; 20.2-5; Dt. 12.31; 18.10). "Não entregarás teus filhos para serem sacrificados no fogo ao deus Moloque. Ora, isso seria profanar o santo Nome do SENHOR Deus. Eu Sou Yaweh!"- Lv. 18.21. O sacrifício humano era costume pagão que, infelizmente, passou a ser conhecido pelos hebreus (2Rs. 3.27; 16.3; 17.17; 2Cr 33.6; Jr. 7.31; 32,35). O "voto" era tradição entre o povo de Israel, (1Sm. 1.11; 2Sm. 15.8), contudo não deveria ser frequente, nem tão pouco feito de forma leviana; porque não podia ser violado (Nm 30.2; Dt 23.21-23; Ec 5.4-5). O SENHOR Jesus nos ensina que é melhor não "jurar", não fazer "votos" ao SENHOR (Mt 5.33-37). Muitas pessoas fazem "votos" para se alcançar um favor da parte de Deus, mas isso não é "obrigatório", pois o Eterno nos abençoa pela sua infinita graça e misericórdia. Por essa razão, não façamos como Jefté, nem como Orígenes de Alexandria, o qual também é conhecido como Orígenes, o Cristão; um dos pais gregos da igreja do segundo século, que mutilou seus órgãos sexuais ao interpretar literalmente Mt. 5.29.
O conhecimento dos Escritos Sagrados e a sua aplicação, precisa ser feito com muito cuidado, pois erros de interpretação pode levar-nos a cometermos erros, ainda que acreditemos estarmos fazendo o certo. Lembremos que: Jefté cometeu um pecado - sacrificando a própria filha, embora para ele, estivesse sacrificando à Deus -, por não CONHECER A TORÁ, Lei do SENHOR.
Maus amados, busquemos o conhecimento do SENHOR, pois assim, estaremos no caminho certo.

Que o Eterno, na pessoa de Seu Filho Jesus, vos abençoe!!

Amém!!  



    







quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

"O Perdão Entre Nós"

Olá amados... Graça e Paz da parte do SENHOR!

Reflexão de hoje:

"Pois, se perdoardes aos homens as suas ofensas, assim também vosso Pai celeste vos perdoará. Entretanto, se não perdoardes aos homens, as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas." (Mt. 6. 14-15)

Bom, hoje serei breve. =)

Perdão é uma palavra que está bem presente no nosso dia a dia, porém a sua prática já não bem assim.
O SENHOR Jesus, nos ensina que o Pai Eterno, SÓ NOS PERDOARÁ se PERDOARMOS aos homens. Simplificando: "uma pessoa errou comigo - independente do que seja -, diante do erro, fico muito chateada, não quero ver essa pessoa, não suporto nem que falem no nome dela. No mesmo passo, cometo um delito contra o Eterno, logo corro aos seus pés e oro: Pai, eu pequei e estou muito arrependida. Me perdoa!" Pelo caminho vou, alegre, cantando, ' fazer a obra', de repente vejo a bendita pessoa que errou comigo, aí o que faço? Mudo de caminho, finjo que não vi, e prossigo." Segundo o ensinamento do Mestre, Jesus, se eu não perdoei a pessoa que errou comigo, o Eterno Pai, NÃO ME PERDOARÁ. Meus amados, isso é muito sério! Se não liberamos perdão aos homens, não recebemos o perdão de Deus. 


Não consegue perdoar? Ore a Deus, e peça forças, Ele te ajudará. Não queira permanecer assim, 
acumulando a cada dia mágoas em seu coração. Liberte-se do ressentimento, e perdoe.
Perdoar é uma escolha que só você pode fazê-la. Não espere mais.
Não finja que nada está acontecendo. Se não consegue olhar no olho do seu
irmão, então há algo errado. Deus, o Pai, só vai te perdoar, quando você liberar o perdão.
Pode parecer está tudo bem, mas não está.
Perdoe o seu pai, mãe, irmão, o mundo, então o teu coração se encherá de paz.

Em nome de Jesus!! Amem!


quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

"A Missão ainda não terminou..."

Graça e a Paz do Eterno!! =)

Texto de hoje...

"O Anjo do SENHOR veio pela segunda vez, tocou e lhe recomendou: "Levanta-te e come, porque a viagem será muito longa!" Então, ele se levantou, comeu e bebeu. Fortalecido com aquele alimento, viajou quarenta dias e quarenta noites, até chegar ao Sinai, em Horebe, o monte de Deus." (1Rs. 19.7-8).


Elias vivenciou diversas experiências com Deus. Profeta ousado - não pela carne, mas pelo Espírito do Eterno. Um certo dia... Elias desafia os quatrocentos e cinquenta profetas de Baal e quatrocentos profetas de Aserá (1Rs.18.19). Ele tinha como objetivo "restaurar" o culto ao SENHOR, pois Israel havia abandonado o Altar do Eterno e erguido altar à Baal para lhe prestarem cultos/sacrifício. Ao mesmo tempo que ele queria restaurar o culto/sacrifício ao Eterno, Elias tinha mais dois objetivos além, 1. que o povo reconhecesse que só o SENHOR, era (é) Deus em Israel; 2. que através da resposta de Deus (fazer descer fogo do céu e consumir o holocausto) o coração do povo retornasse à Ele, Deus (1Rs. 18.37). Motivos suficiente para levar o homem de Deus à desafiar 850 profetas. Deus responde a oração de Elias. O Fogo desce do céu e consome todo o sacrifício. Os 850 profetas são mortos. Sem demora, mesmo diante da manifestação de Deus sobre o monte Carmelo, o rei Acabe, corre ao encontro de sua esposa e lhe faz saber o que aconteceu. Interessante, ele não chega para a esposa dizendo: "Amor, grande foi o poder do Eterno. Ele sim é Deus em Israel! Foi o Eterno e Soberano Deus que respondeu com fogo, pois o desafio era que, 'aquele que respondesse com fogo era Deus'. E filha, Deus se revelou à todos nós que só Ele é Deus.", se ele tivesse ficado feliz com o agir do SENHOR seria bom, mas... Ele agiu diferente. Ele conta para a sua esposa: "Elias, fez passar ao fio da espada a todos os profetas de Baal" (1Rs.19.1).

Diante da notícia, Jezabel determina a morte de Elias (19.2). Ao ouvir o mensageiro, o homem de Deus foge para o deserto de Berseba, com o objetivo, de salvar a sua própria vida (v.3). Elias, em sua oração, pede a morte. Mas... Não era o seu fim. A missão não estava concluída. Deus queria usar o seu servo. Então, alimenta-o e lhe orienta a caminhar. É aqui que começo a reflexão...

1. Deus poderia ter naquele momento, no deserto, ter falado com o profeta: "E o Senhor lhe disse: Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco; e, chegando lá, unge a Hazael rei sobre a Síria." (1 Reis 19:15.), mas não, Ele permitiu que o seu servo chegasse até Horebe, monte de Deus. O Eterno fala conosco, quando quer e onde quer. No deserto era para Elias apenas comer e beber para seguir jornada. Elias não foi se esconder na caverna, mas com a força da comida ele caminhou até o monte: "Então, ele se levantou, comeu e bebeu. Fortalecido com aquele alimento, viajou quarenta dias e quarenta noites, até chegar ao Sinai, em Horebe, o monte de Deus." A força da comida era para ele chegar até Horebe.

2.  A pergunta de Deus - Que fazes aqui Elias: Elias diante de Deus revela a razão que o levará a está ali. 1. o povo havia abandonado a Aliança com Deus; 2. destruíram os altares do SENHOR; 3. mataram os profetas de Deus ao fio da espada (v. 10). Ao ouvir as palavras do homem de Deus - embora o SENHOR já soubesse, pois Ele soberano -, o Eterno lhe ordena sair da caverna, e ele sai. Deus fala com Elias. 

É muito fácil quem está de fora chegar e falar alguma coisa, dar opiniões, julgar situações, mas só quem está de dentro sabe. Já vi várias pessoas criticarem a atitude do profeta. Elias não era nenhum SUPER-HOMEM. Ele era apenas homem. 



Comentário...

Olhando para o texto de hoje, podemos perceber que Elias não estava passando por uma crise existencial. Não estava deprimido, como alguns defendem. Vê-o assim, nos leva a entender que, por mais profeta que seja, passamos por momento de medo, nos desesperamos, pensamos estarmos sós. Tem momentos que por mais "vaso" que sejamos, corremos para o deserto da vida, e lá, Deus, por sua infinita misericórdia, envia seus anjos com alimento e água. Nos fortalece, e então, caminhamos. Se é na caverna, Deus vem pessoalmente e conversa conosco.
Não sei se é no deserto ou na caverna que você está, mas sei que o Eterno, segundo a grandeza de sua misericórdia, há de te visitar. Meu querido, minha querida, a obra ainda não terminou... 


Você não vai morrer neste deserto... Nesta caverna.
Assim como você, Deus tem "sete mil" que não se prostraram diante de Baal.
Assim como você, Deus tem homens e mulheres que não se rendem ao mundo.
Que não se rendem ao sistema.

NÃO ACABOU... DEUS TE DIZ HOJE!! LEVANTE A CABEÇA!!   
   






   


terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

"Exortação à Perseverança da Fé"

"Graça e paz vos sejam multiplicadas, no pleno conhecimento de Deus e de Jesus, nosso SENHOR." (2Pe. 1:2).

Olá meus queridos! =)

Estou muito feliz em poder escrever mais um post, isso segundo a graça do SENHOR Jesus.

Hoje após eu e minha mãe realizarmos o culto doméstico (o culto familiar no lar), meditamos um pouco acerca da epístola de Judas e, gostaria de dividir esta experiência com vocês. Vamos lá...

Leitura: "Vós, entretanto, amados, lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso SENHOR Jesus Cristo, os quais vos alertavam: "Nos últimos tempos, haverá zombadores que seguirão as suas próprias e ímpias vontades". Estes são os que provocam divisões entre vós, os quais são dominados pelas paixões de suas próprias almas e não têm o Espírito. Vós, porém, amados, edificai-vos na santíssima fé que tendes, orando no Espírito Santo. Conservai-vos no amor de Deus, aguardando confiantemente a misericórdia de nosso SENHOR Jesus Cristo para a vida eterna. E demostrai compaixão para com alguns que não possuem essa certeza, assim como salvai a outros, arrebatando-os do fogo; e a outros, ainda, ajudai com misericórdia e temor, repugnando até a roupa contaminada pela carne." (Jd. v. 17-23) .

Meus amados, o texto de hoje se encontra na epístola de Judas versos 17-23 e tem como título a "Perseverança da Fé". 
Judas era irmão de Jesus Cristo e de Tiago (Mt. 13.55; Mc. 6.3). Na palestina da época do SENHOR Jesus, era muito comum o nome Judas, como Judas Tadeu, o apóstolo, e Judas Iscariotes, o traidor. É importante ressaltar que eles, Judas e Tiago, jamais mencionaram esse parentesco com Jesus para exigir algum privilégio ou atenção especial ás suas mensagens, por exemplo: "Aqui quem vos fala é Judas, o IRMÃO DE JESUS CRISTO; ou Aqui é Tiago IRMÃO DE JESUS CRISTO quem vos escreve".
O propósito maior de Judas era: "nossa comum salvação" (v.3), porém o Espírito do Eterno desperta o seu coração à "encorajar os irmãos a batalhar pela fé"(v.3).

Estudando o texto...

1. O que levou Judas a escrever esta epístola? - encorajar os irmãos a batalhar pela fé - O servo de Deus tinha várias razões, e a principal era falar da "comum salvação", mas sentiu a necessidade de "encorajar os irmãos a batalhar pela fé", razão imensa para, a punho, escrever esta carta. Nessa época, havia uma filosofia que ganhava muita força e adeptos entre os cristãos civilizados de todo o mundo - "gnosticismo"- "Filosofia. Religião. Ocultismo. Movimento de teor religioso que, possuindo caráter sincrético ou esotérico, foi criado nos séculos iniciais do calendário cristão, pautando-se no cristianismo convencional, juntamente com o misticismo e especulação filosófica, sendo o conhecimento alcançado a partir das verdades divinas e da rejeição da matéria." - http://www.dicio.com.br/gnosticismo/). Os "falsos mestres" usavam os textos do apóstolo Paulo e outras partes da bíblia para defender a "plena liberdade" do ser humano de uma perspectiva antinominiana, a fim de darem licença total às manifestações "da carne" (Gl. 5.13). Eles, os falsos mestres, "adulteraram a graça de nosso Deus em libertinagem" e "negam Jesus Cristo, nosso único Soberano e SENHOR" (V. 4).

2. "(...) lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso SENHOR Jesus Cristo, [v. 17]" - Judas chama a atenção dos irmãos a lembrarem dos ensinos ministrados pelos servos do SENHOR a cerca dos "falsos mestres" que provocavam divisões entre os irmãos com suas doutrinas heréticas e vãs filosofias. Quero fazer alusão que Judas, em sua época, advertia a igreja quanto ao cumprimento da profecia concernente a ondas de doutrinas heréticas e vãs filosofias. Esses falsos mestres e profetas, são também chamados de lobos devoradores (At. 20.29). O servo do SENHOR, ao mesmo tempo que chama a atenção dos irmãos para esta lembrança (v. 17), exorta-os à edificar-sem na fé orando no Espírito (v.20).

3. "Conservai-vos no amor de Deus, aguardando confiantemente a misericórdia de nosso SENHOR Jesus Cristo para a vida eterna." - Judas em sua exortação, incentiva os irmãos a estarem permanentemente no AMOR de Deus. Sem vacilar. Sem dúvida. É impossível estarmos no amor de Deus e não aguardarmos CONFIANTEMENTE a Sua misericórdia para a vida eterna. É por essa razão que ele, assim como os demais servos do SENHOR Jesus, buscavam orientar, ensinar a igreja a ter cuidado com esses "lobos" que vinham no intuito de disseminar suas doutrinas heréticas e filosofias vãs e assim desviarem os cristãos da verdade - JESUS CRISTO. 

4. "E demostrai compaixão para com alguns que não possuem essa certeza, - Havia também alguns que não tinham esta certeza - a vida eterna -, e Judas pede que os irmãos que traziam consigo essa certeza, tivessem compaixão daqueles que não a tinha. O servo de Deus não ensina aos cristãos à rejeitarem aqueles que estavam ali e que na verdade não estavam se edificando na santíssima fé, antes, exorta-os à terem compaixão, pois assim como eles já se ariscaram salvando a outros, arrebatando-os do fogo - "tirando alguém da beira da destruição" -, poderiam "resgatar" a esses também. (v.23). Para a realização desse ministério com sucesso, correndo riscos de sermos tragados pelo pecado, o exercício da misericórdia deve ser praticado sob a vigilância do temor a Deus e sem qualquer liberdade à carne.   




Fazendo um paralelo entre o período em que os pais da igreja cumpriam a missão ordenada por Jesus e o tempo que nós hoje estamos, vemos que tudo o que foi ministrado pelos apóstolos do SENHOR, vivemos hoje. A exortação dirigida por Judas, o servo, aos cristãos de sua época, faz-se necessário para nós hoje. É preciso que tenhamos cuidado, pois há, em nosso meio, muitos "falsos profetas e mestres". As característica que tanto os "falsos profetas e mestres" da época inicial da igreja, e os da nossa, é que estão sempre descontentes, críticos e lamuriantes. São movidos pela ganancia, e seu humor só melhora em função de seus interesses pessoais, quando não poupam adulações àqueles de quem acreditam obter algumas vantagem. Essa é uma cilada muito perigosa. Todos os pastores e líderes cristãos, especialmente, estão frequentemente expostos (1 Tm. 3.3; 1Pe 5.3; v11).


Que o SENHOR, em Cristo Jesus vos abençoe!!

Cuidado com os FALSOS PROFETAS E MESTRES!!

   













quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

"Zelando a Presença de Deus"

A paz do SENHOR amados!!

Texto do dia...

"Foi tomada a arca de Deus, (...)" I Sm. 4:11a.

Todos nós sabemos o que simbolizava a Arca da Aliança/Arca de Deus, e que era de suma importância para o povo de Israel. Não era o objeto em si que era reverenciado, mas sim o que ele representava - A PRESENÇA DE DEUS. O povo não adorava a arca, pois assim a adoração não estaria sendo à Deus, mas sim a um objeto que foi feito por mãos de homens. Não podemos, jamais esquecer que a Arca da Aliança era simbólico. Toda arca nos fala de Cristo, tanto seu conteúdo quanto a sua estrutura - A ARCA ERA UMA TIPOLOGIA DE CRISTO.
No contexto, vemos os filhos de Israel indo para o campo de batalha contra os filisteus; travada a peleja Israel foi derrotado pelos filisteus. Acreditavam que haviam perdido a batalha porque a "Arca da Aliança do SENHOR não estava entre eles. Tomaram uma decisão: "Tragamos de Siló a arca da Aliança do SENHOR, para que venha no meio de nós e nos livre das mãos de nossos inimigos" - (I Sm. 4:3).  Vemos os filhos de Israel fugindo: "Então, pelejaram os filisteus; Israel foi derrotado, e cada um fugiu para a sua tenda; (...)" (v.10). Fizeram tanta questão, queriam tanto que a arca do SENHOR estivesse entre eles que, diante da derrota cada um fugiu para a sua tenda "deixando" para trás a ARCA DO SENHOR. (I Sm. 4:1-22).

Aplicando o texto:

"Precisamos ter ZELO pela presença de Deus na nossa vida. No livro de Ap. 3:20 vemos o Senhor Jesus dizendo: "Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo". Nesta ocasião, o Senhor Jesus, estava do lado de fora. Quantos que "sem perceber" deixaram que a presença do Eterno fosse levada. Pra Jesus está do lado de fora meu amigo, alguém o pôs. Não queira culpar os "filisteus" porque levaram a arca - A PRESENÇA DE DEUS; lembre-se: a arca do SENHOR não foi levada no momento do culto; no momento de adoração, não. Ela foi levada NO CAMPO DE BATALHA. Não fique atento apenas aos ataques do inimigo, mas PRINCIPALMENTE, na "ARCA DO SENHOR". Confie TOTALMENTE na PRESENÇA DE DEUS e  Zele pela Sua Presença na tua vida. 



Que Deus, em Cristo Jesus vos abençoe!!

Até a próxima!! Se Deus o quiser!! =)

Na Graça do Pai...  



sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

"Por Amor a Jesus Cristo" - PERSEGUIÇÃO

Graça e Paz à todos!!

"Então eles vos entregarão para serem afligidos e condenados à morte. E sereis odiados por todas as nações por serem meus seguidores.". Mt. 24: 9.

A"PERSEGUIÇÃO À IGREJA" não é de nos surpreender. Profetas muito antes de nós foram perseguidos, lançados em calabouço, prisões, cova, fornalha, e até mortos, tudo por servirem a Deus e serem fieis. O SENHOR Jesus, no monte das Oliveiras, busca preparar os seus discípulos para esse momento - A PERSEGUIÇÃO. É impossível ser Seguidor/Discípulo sem ser percebido. Em alguns lugares, quando esses cristãos são descobertos, são intimidados a negarem a sua fá em Deus, e por não negarem, são mortos. Não é apena a fé que trazemos em nosso coração, mas também o desejo de expressar essa fé em Jesus Cristo de forma vista, não escondida. No livro de Atos dos Apóstolos, capítulo 4, vemos Pedro e João perante o sinédrio. A mensagem pregada era - A RESSURREIÇÃO DOS MORTOS - EM JESUS. Muitos dos que ouviram a Palavra de Deus creram e aceitaram, chegando próximo de 5 mil pessoas. 

Não poderia deixar de fazer o seguinte comentário: "O centro de muitas mensagens pregadas hoje vai além de Jesus Cristo. Muitos ministros do evangelho do SENHOR, tem buscado agradar o EGO das pessoas. Não é sempre que vemos temas como - RENUNCIA, SANTIDADE, ADORAÇÃO, REVERÊNCIA, AMOR, PERDÃO, PECADO, entre outros mais que aproxime as pessoas do Criador. Infelizmente, mas é pura verdade, NÓS MUDAMOS. Pode me chamar de RADICAL, não tem problema, mas a Igreja precisa REVER seus ENSINOS. Não adianta querermos agradar a Gregos e Troianos, precisamos agradar apenas àquele que nos alistou para a Sua Obra - O ETERNO E PODEROSO DEUS". 

Prosseguindo...

Os "sacerdotes, o capitão da guarda do templo e os saduceus (esse último, faziam parte de uma sita da elite religiosa judaica), prenderam a Pedro e João, porque falavam a cerca de Jesus - a ressurreição dos mortos. Não eram, os agora já apóstolos, que causavam toda aquela agitação, mas a PALAVRA DE DEUS. O SENHOR através da sua Palavra, abria os olhos daquelas pessoas e elas passavam a crer no Filho de Deus. Diante do sinédrio, os dois apóstolos eram interrogados, não tinham matado, roubado, cometido nenhum delito contra o poder que regia a nação, apenas PREGAVAM A JESUS. Simplesmente, olharam para um paralitico e disseram: "Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ergue-te e anda". (At. 3:6). Foram "razões suficientes" para serem PRESOS. No dia seguinte, fizeram uma reunião em Jerusalém, com as autoridades, e questionavam com que poder eles faziam aquilo. Então Pedro, CHEIO DO ESPÍRITO SANTO (nós também precisamos disso) lhes falou a cerca da cura do paralitico, e a cerca de JESUS CRISTO, CRUCIFICADO E RESSURRETO. Como não havia nada que os condenassem, os liberaram, porém tentando os intimidar, disseram que não falassem mais no nome deste Jesus. Munidos de Fé, Convicção, do Espírito Santo do Eterno, falaram: "Pois não podemos deixar de falar de tudo quanto vimos e ouvimos". At. 4:20.

Comentário: Mesmo sob pressão, perseguição, afronta, continuaram com intrepidez pregando o Evangelho do SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. Não importava cara feia, se agradasse ou não a mensagem era a de Deus. Prenderam Pedro, e agora? Está tudo acabado. NÃO!!! Estava a igreja orando! Deus envia o seu anjo e o liberta da Prisão. Meus irmãos, unidos somos mais fortes! Onde há desunião, o ESPÍRITO DO ETERNO NÃO OPERA. Atentemos ao texto seguinte: "Naquela mesma ocasião, o rei Herodes mandou prender alguns que pertenciam à igreja, com o objetivo de maltratá-los, e matou a Tiago, irmão de João, por execução ao fio da espada. Observando que esta atitude agradava aos judeus, prossegui, ordenando também a prisão de Pedro, durante a festa dos pães sem fermento. Assim, Pedro estava detido no cárcere, mas a igreja orava fervorosamente a Deus a favor dele"(At. 12:1-3 e 5). Pedro no cércere, e a igreja orando. A Igreja, não os templos. Não as placas. A Igreja estava orando a Deus. Quantas vezes paramos para orar pelos irmãos que estão no oriente, e em outro lugar, até porto mesmo? Quantas vezes oramos pela paz em Israel? Enquanto escrevo, enquanto você lê, cristãos estão sendo presos. Estão sendo torturados e, outros até mortos. Estava vendo uma entrevista com o pastor Silas Malafaia, entre muitas coisas faladas pelo servo de Deus, uma me chamou a atenção: O brasileiro condenado a morte em outro país por tráfico de drogas - recente o caso". Repercutiu mundialmente. Não sou a favor da pena de morte independente do crime. Por outro lado, vemos 100 milhões de cristãos sendo perseguidos porque servem a Deus. Muitos são mortos, mutilados porque não querem negar a Jesus. E quem defende a igreja? O governo? O estado?Não! Não espere!



Todo o sofrimento em razão ao amor a Cristo, Ele mesmo nos faz cientes. "sereis odiados por todas as nações por serem meus seguidores". 



Vamos orar uns pelos outros!!

Que Deus continue nos abençoando!! 
Por nada negue a JESUS!!







  

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

"Mulheres Segundo o Coração de Deus - Parte 2" "Ana, a Perseverante!"

"Em verdade vos afirmo que necessitais de PERSEVERANÇA, a fim de que, havendo cumprido a vontade de Deus, alcanceis plenamente o que Ele prometeu". (Hb. 10:36 - BKJ - Atualizada). 

A paz do Eterno e Soberano Deus à vocês, mulheres que independente de suas limitações e fragilidades, tem buscado agradar o Coração de Deus
Estou de volta com muita alegria, pois está trazendo à vocês a Palavra do SENHOR é um prazer imenso. 
O texto de hoje se encontra em Hb. 10:36 e, quero falar (de forma objetiva) acerca da PERSEVERANÇA. Em outras palavras, mulheres que perseveram - faremos alusão a ANA. Espero puder ir além das nossas expectativas, isso mesmo, minhas e de vocês. Com todo coração, peço ao Eterno que através do Seu Espírito venha não apenas falar ao nosso coração, mas também nos ajudar a aplicarmos o Texto Sagrado à nossa vida. Desejo uma boa meditação!! Vamos lá... =)

A história de Ana se passa no período dos juízes e, nessa época, quem estava responsável pelo ensino religioso era o sacerdote Eli. De Ramá subia à Siló, à Casa do SENHOR, ano após ano. Devido o fator principal - não podia ter filhos -, ela sofria constantemente com as provocações de Penina, sua "rival'. O maior desejo de Ana não era receber do seu esposo Elcana porção dupla - ele a amava mais -, mas sim ser MÃE. Os anos se passaram, e ela continua sem filhos. De forma insistente, Penina a irritava. Ana chegou a um estado emocional tão crítico que não tinha mais vontade de se alimentar. Chorava constantemente. Um certo ano (a bíblia não menciona quanto tempo ela orou), em Siló, após todos haverem se alimentado, o sacerdote Eli sentado numa cadeira próximo a um pilar, Ana se levanta e com a alma muito sofrida começa a chorar, nessa ocasião ela ora ao SENHOR: "Ó SENHOR Todo-Poderoso, se quiseres da atenção à humilhação da tua serva e te lembrares de mim, e não te esqueceres da tua serva, mas lhe concederes um filho homem, então prometo que o dedicarei a ti, YAHWEH, por todos os dias da sua vida, e o seu cabelo e a sua barba jamais serão cortados". (1Sm. 1:11). Essa não é a única oração de Ana, mas é a única dela que é mencionada. Ao vê-la o sacerdote Eli, percebia que ela apenas movia os lábios e que palavra alguma saia de sua boca. Ele a julga: "(...) Mulher! Até quando andarás embriagada? Livra-te do teu costume de beber vinho". (1Sm.1:14 - BKJ Atualizada). Ela responde para ele que não estava embriagada, não havia bebido nenhuma bebida forte, mas sim, estava atribulada de espírito. Ao ouvir a resposta de Ana, o sacerdote que diz: " Vai-te na paz do SENHOR! E que o Deus de Israel te conceda o pedido que lhe fizeste". (1Sm. 1:17 - BKJ Atualizada). Ana segue o seu caminho, agora não havia mais em seu rosto desalento. No dia seguinte, eles voltam para Ramá e, ambos, Elcana e Ana tiveram relações sexuais, o SENHOR se lembrou dela respondendo a sua oração. Ana concebeu um lindo menino, SAMUEL. A história se encontra em 1Sm. 1: 1-28.  

Queridas, todas nós passamos por diversas situações, seja na vida pessoal, profissional, espiritual, social, porém não podemos perder a fé. A perseverança é uma virtude que que poucas a tem, mas é possível quem não a tem desenvolvê-la, ORANDO AO PAI. Podemos aprender com Ana muitas coisas , vamos analisar o texto:

1. De cara vemos a sua PERSEVERANÇA - Essa mulher tinha motivos para desistir de tudo. Ela poderia se conformar apenas com o amor do seu esposo e não querer filhos, mas não desistiu. Penina importunava e ela sempre, imagine a pressão psicológica que Ana sofreu, tendo essa lhe falando aos ouvidos sempre que tinha oportunidade. Ana, poderia "chuta o pau da barra" e sair correndo, mas não o fez. Ela insistiu em ser MÃE. Era o seu SONHO. 

2. Tinha determinação - Diante das constantes humilhações e provocações de Penina, Ana sabia o que estava seu próprio coração. Ela estava determinada a "lutar". Quantas vezes você pensou em desistir dos seus sonhos por motivos de pressão de alguém? Sempre vamos ter "uma Penina" na nossa vida querendo nos convencer que NÃO vamos conseguir; de que NÃO adianta lutar; dizendo: "você NÃO é capaz". E aí, vai desistir? Vai abrir mão da sua família, do seu esposo, do seu emprego porque "Penina" está te importunando? Quando penso em Ana, imagino um alvo - SER MÃE, esse era o dela, determinada ela PERSEVEROU, ela, conseguiu. 

3. Ela tinha SABEDORIA - Ao ser julgada pelo sacerdote, ela não dirigiu palavras "altivas", mas expressou a sua dor. Interessante... Ela não revelou o seu - propósito, o seu sonho, o que a levava ali. Simplesmente disse: "Não estou embriagada". "Não tenha a tua serva por filha de Belial, pois sou apenas uma mulher atribulada de espírito". Ela não "xingou' o sacerdote. Não discutiu com ele. Em outras palavras, ela disse "Não é nada disso que o senhor está pensando". O que você faria? O que eu fari? Já imaginou que sempre tem alguém dizendo que você "é" o que não? Ainda bem que ele falou diretamente à Ana, e se tivesse falando "aos outros"? Isso mesmo! Ela foi julgada de ser o que não era. Mas, a sabedoria, se revelou nela. Não importa os julgamentos, as calunias, lembre-se: SEJA SÁBIA. Não tem sabedoria? Peça a Deus. Não adianta querer ir "fecha com a cara de" não vai adiantar, é só loucura. Se Ana tivesse atentado para o que o sacerdote Eli disse ela poderia até ter falado um monte de besteira - meu pensamento. Mas não, o propósito dela não era discutir com ele, mas sim alcançar a resposta de Deus. 

Minha querida, tenha calma, está chegando o tempo, o tempo de você abraçar a resposta de Deus. Ana poderia até, assim que o sacerdote lhe falou, ter ido embora, reclamado ao marido, mas não. "A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola destrói com as suas próprias mãos". Não conte seus propósitos à ninguém. Nem todo mundo vai te incentivar nos teus SONHOS. Elcana pensava que era melhor que dez filhos, mas para Ana, NÃO. Nem sempre minha querida quem está ao teu lado vai te dar forças, palavras de ânimo pra você não desistir.  

Seja sempre: PERSEVERANTE, DETERMINADA E SÁBIA.  

Que Deus em Cristo Jesus continue vos abençoando!!

Na Graça do Pai...

Até a próxima!!

Bay!!










domingo, 1 de fevereiro de 2015

"Mulheres Segundo o Coração de Deus" Parte 1 Débora - Abelha

Olá queridas... Graça e Paz =)!

Nenhum dos meus posts escritos aqui são direcionados especificamente à mulheres, mas conversando com minha filha, ela disse: "Mamãe, porque a senhora não fala sobre Ester"? Então, lembrei-me de um tema que vi em um chá para mulheres onde estive ministrando - "MULHERES SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS". Bom, fiquei muito feliz pela oportunidade de está escrevendo diretamente à você - MULHERES. 
O texto de hoje se encontra em Pv. 31: 29 "Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente". 

Vou tentar ser breve - é porque quando começo a escrever, ainda mais acerca da Palavra do Eterno, esqueço que estou escrevendo e não falando, logo posso deixar vocês cansadas, o que não quero. Mas, antes de irmos ao assunto primordial - vocês -, quero deixar claro que o meu objetivo neste post poder através das Sagradas Escrituras, levar-vos a enxergar em vocês virtudes não percebidas por vocês mesmas e, poder também, contribuir de forma positiva no bem estar de cada uma. Estão prontas? Então vamos lá!

Analisando o texto de hoje, vemos claramente que o rei Lemuel ele fala de uma mulher e mostra as suas virtudes, essa é, sua mãe. Não poderia iniciar o assunto sem fazer referência a isso. A mulher que agrada a Deus não é apenas aquela que honra ao SENHOR, mas também aquela que honra seu lar, e assim a Casa do SENHOR. As Sagradas Escrituras faz menção de várias mulheres, as quais podemos tomar como referências e assim aprendermos a vivermos bem. Esse post será escrito por partes, e hoje eu quero far sobre DÉBORA. Seu nome significa ABELHA.

Foleando os Escritos Sagrados, vemos uma mulher simples que, não imaginava o propósito do Eterno para a sua vida - Débora. Mulher/Esposa de Lapidote - Tochas - em Hebraico. Deus olha para o seu lar e ver: "Uma Tocha (Lapidote) e Uma Abelha (Débora), então o SENHOR a escolhe - JUÍZA, PROFETIZA.O Espírito de Deus estava sobre ela. Entre muitas mulheres, Débora foi a Escolhida. Deus não faz acepção de pessoas, mas entendemos que Ele é Soberano e usa quem Ele quer.  
Quero aproveitar e te convidar a irmos à casa dessa mulher - imagina junto comigo: Chegamos à casa de Débora. Ela tem uma missão para aquele dia - julgar a nação/profetizar/fazer a obra do SENHOR. Ela limpa toda a casa, lava as roupas, já deixa o almoço pronto para a sua família e, agora sim está pronta para cumprir a missão do dia.  A bíblia não revela detalhes de sua vida, do seu cotidiano, do seu relacionamento familiar, mas mostra que ela tinha um lar, um esposo. Ela tinha uma vida social, familiar. Ela honrava o seu lar e honrava ao SENHOR.  

Hoje em dia vemos muitas mulheres que dizem : "Sou uma mulher de Deus, e vivo só fazendo a Obra". E em casa? Ah! Deixo tudo e vou fazer a Obra de Deus! O Reino em Primeiro Lugar. Hum! Podemos crer que JAMAIS o Eterno iria entregar nas mãos de uma mulher desocupada, preguiçosa, relaxada uma responsabilidade. Hoje, tem muitas que fora de casa "é uma benção" mas em casa, só a misericórdia de Deus. A meu ver, antes do pastor separar uma mulher para exercer a obra do SENHOR devia primeiro ORAR, Deus continua revelando; segundo, antes de tudo procurava sempre visitar o lar dela, porque se ela não comanda o lar como vai fazer a obra? Ela é uma boa mãe? E esposa? Qual o testemunho na vizinhança? Tem vezes que Deus não nos revela na oração, mas nos dá sabedoria para julgarmos segundo situações - vida. Uma mulher que não tem bom testemunho no seu lar, na sua vizinhança, não pode exercer a obra. Está entendendo? Conheço muitas que dizem assim: "Eu deixo tudo de lado na minha casa e vou buscar ao SENHOR, pois a bíblia diz que tenho que buscar primeiro o Reino dos céus". Concordo sim, com o buscar o Reino, mas em nenhum momento o SENHOR disse para eu deixar a minha casa de pernas para o ar para estar no Templo buscando o Reino dos céus. "Fala minha: continua assim, deixando a tua casa, teu esposo, teus filhos, e você vai ver se qualquer dia você não vai chegar em casa e não vai encontrar - outra lá. Aí vai dizer: mas Deus eu vivia na tua CASA, e tu deixasse que meu marido me traísse (chorando). Agora vai querer culpar a Deus? Não! A culpa é sua! 

É possível honrarmos ao SENHOR e não honrarmos o nosso lar? Será que Deus iria se agradar das nossas obras quando a nossa casa está desorganizada? NÃO! 


Débora era uma mulher de Deus! Virtuosa! 
Quer servir a Deus no Templo? COMECE SERVINDO A ELE EM CASA. 

Até a Próxima!! 









  

Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *