Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

sábado, 31 de janeiro de 2015

Cristo, o Fundamento da Igreja

"Segundo a graça de Deus que me foi outorgada, eu, como prudente construtor, lancei o alicerce e outro está edificando sobre ele.  Entretanto, reflita bem cada um como constrói.
Porque ninguém pode colocar outro fundamento além do que está posto, o qual é Jesus Cristo!" (1Co. 3: 11-12). Leia os versículos - 1Co. 3:1-17.

Graça e Paz amados! É em nome de Jesus, o Filho de Deus, que venho compartilhar mais um texto Sagrado para a nossa meditação e crescimento espiritual.

Estava meditando um pouco no dia a dia da igreja de Cristo principalmente, nas suas mudanças. Quando buscamos estudar os Escritos Sagrados podemos perceber o quanto nos equivocamos. A Palavra do SENHOR não pode ser ENSINADA de forma precipitada, segundo pensamentos humanos, pois assim, cometemos erros gravíssimos contra a Santa Palavra de Deus.

Numa breve (vou tentar ser) reflexão vamos aprender mais um pouco com este servo - Paulo, O apóstolo. 

Vamos lá...

Paulo, o apóstolo de Jesus Cristo, havia pregado a Palavra de Deus em Corinto e muitos se converteram ao SENHOR, porém estava ocorrendo dissensões entre os cristãos e isso, é chegado ao conhecimento do servo de Deus. O problema era o seguinte: "Eu sou de Paulo, e outro Eu sou de Apolo" -, em resposta a isso, disse Paulo: "(...) não estais agindo absolutamente segundo padrões dos homens?" (1Co. 3:4). O servo do SENHOR deixa claro que, Paulo e Apolo eram apenas servos e que, quem dá o crescimento é DEUS, logo, eles (os coríntios) não eram nem de Paulo e nem de Apolo, mas unicamente de DEUS. Em continuidade, o apóstolo trás dois temas de suma importância que eram - "A Igreja, o edifício de Deus" e "Cristo, o Fundamento da Igreja". Ao lermos o capitulo 3 de 1Co., percebemos a gravidade da situação que o servo de Deus enfrentava naquele momento. Dando uma pequena pausa no Texto Sagrado, eu quero te convidar a refletir no seguinte: hoje uns dizem, "Eu sou de 'tal' ministério, outros dizem Eu sou do ministério 'fulano de tal' - logo 'tal' ministério não visita, não se comunica com os irmãos do 'ministério fulano de tal', o que pensa o Eterno acerca disso? Será que Ele louva tais coisas? O problema que naquele instante Paulo estava enfrentando na igreja de Corinto recebe o nome também de DIVISÃO e a divisão trás CONFUSÃO, logo, o Espírito do Eterno não OPERA. 

Atentando para esses dois temas vemos:

1. "A Igreja, o edifício de Deus" - A igreja não pode ser vista ou conduzida como uma Empresa, porém muitos comportamentos de administradores de empresas podem ser percebidos na igreja. De antemão quero logo dizer: A igreja é O Edifício de Deus e não dos homens. Paulo diz o seguinte: "Porquanto nós somos colaboradores de; vós sois a lavoura de Deus e edifício de Deus". (1Co. 3:9 - BKJ Atualizada). Fica claro que ninguém é dono do edifício (igreja) apenas COLABORADORES de Deus - o que já é suficiente. O que tem de gente querendo ser dono não cabe nem num gibi (rsrsrs). Pior é que tem aqueles que ainda bate no peito e diz: "Minha Igreja!" (soa até engraçado). Aprendemos com o servo do SENHOR que "eles" Paulo e Silas eram apenas colaboradores de Deus e que os cristãos (embora ele estivesse falando diretamente aos coríntios, mas serve para os de todas as épocas) eram lavouras e edifícios de Deus. 

2. "Cristo, o Fundamento da Igreja" - Paulo continua: "Segundo a graça de Deus que me foi outorgada, eu, como prudente construtor, lancei o alicerce e outro está edificando sobre ele. Entretanto, reflita bem cada um como constrói".(1Co. 3.10). O apóstolo Paulo diz: "lancei o alicerce", isto implica na pregação do evangelho de Cristo realizado por ele na sua primeira ida à Corinto. Percebemos que ele mostra O Alicerce, o qual a igreja tinha sido edificada. Não existia outro alicerce além daquele que ele havia laçando - Jesus Cristo. Só que, o preocupante era quem estava edificando. O apóstolo trás um conselho: "(...) reflita bem cada um como constrói". Eu não estaria sendo radical, rebelde em dizer que hoje muitos querem edificar conforme a "sua" vontade, mas não conforme a de Deus. Jesus uma certa feita falou aos seus discípulos - mas também se dirigiu à Pedro: "Eu darei a ti as chaves do Reino dos céus; o que ligares na terra haverá sido ligado nos céus, e o que desligares na terra, haverá sido desligado nos céus". (Mt. 16:19 - BKJ Atualizada). O ligar e o desligar NÃO dependia de Pedro, mas sim de Deus. O SENHOR JESUS naquele momento estava entregando nas mãos de Pedro as chaves do Reino - autoridade para estabelecer aqui na terra o Plano de Deus. Pedro só poderia ligar/concordar o que o Eterno já tivesse ligado/concordado no céu, o mesmo para desligar/não concordar, só o que o Eterno estabelecesse. Em outras palavras, Pedro só faria o que o SENHOR em sua Santa Morada o quisesse. Hoje, muitos não querem orar para saber do Eterno o que está em Seu coração. Qual o seu plano. Quem Ele deseja que seja ungido. Quem o Eterno quer na liderança. Não! Pra que ter o trabalho de orar se é só "concordar aqui que Deus assina no céu"? Isso é o que muitos dizem! 

Vamos imaginar o seguinte: Pedro está com as chaves nas mãos. Um dia decide ligar/concordar, mas o que mesmo, se ele não havia ORADO ao Pai? Então, Pedro olha e diz: "Pai, em nome de Jesus o teu Filho eu venho orar, e como Ele me confiou as chaves do Reino dos céus eu vim, mas vim buscar saber o que o Eterno quer que eu faça. O que o Pai tem determinado para que na terra eu deva executar? Pai, eu não posso fazer o que eu quero, mas sim o que o SENHOR tem estabelecido pelo seu próprio poder. Então, em nome de Jesus o teu Filho mostra-me a tua vontade

Então, aos ministros de Cristo: "reflita bem" como você tem edificado a igreja. O ensino deve ser segundo os Escritos Sagrados, e não segundo as suas concepções. Deus te deu autoridade para exercer o ministério, então honre-O. Não queira guiar, ensinar do jeito que os outros querem, mas sim como o SENHOR já estabeleceu. O Fundamento que é Cristo já está lançado, agora cabe a cada ministro refletir bem sobre o que está ensinando o rebanho do Pastor. O número de pessoas que tem se convertido ao SENHOR cresce, mas muitos estão ensinando de forma ERRADA. Tudo o que se for ensinado, executado na obra do Pai DEVE SER estabelecido pelo próprio Eterno. Normas e Regras sem fundamento Bíblico não é doutrina. NÃO DIGA QUE É PECADO O QUE A PALAVRA DE DEUS NÃO O DIZ. Não seja Fariseu, seja servo de Deus. Não queira conduzir o Rebanho do Pastor pelos teus próprios caminhos, mas sim pelos caminhos que o Pastor tem determinado para o seu rebanho. Nunca esqueça: A IGREJA NÃO É TUA, É DE DEUS. 


Obs. Meu pensamento: "Existem diversos ministérios. Tem aqueles que a mensagem é "Deus é amor, então ame - esse não prega o fundamento de ser discípulo, que é a RENUNCIA - "Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; (...) Mateus 16:24". Sem RENUNCIA não podemos ser discípulos de Cristo. (A mensagem em destaque não é minha). Tem também aqueles que pregam "Deus é amor, mas também é Justiça (porém apresentam Deus como um ser carrasco que quando a pessoa comete um deslise - peca - é posto pra fora da cidade (igreja) e o indivíduo, cristão, é OBRIGADO a ficar longe para não contaminar com o seu - pecado - aos demais "santos" - aí se esquecem que O Próprio Jesus, mesmo reprovando as obras da igreja de Laodiceia disse: "Aconselho-te que (...) - Ap. 3. 18a " - Aleluia! Muitos pregam sobre a igreja de Laodiceia condenando-a como - A Terrível, mas se esquecem que O Santo, Vestido de Linho Fino, trouxe O Conselho para a igreja. Prosseguindo: "Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; (...)Ap. 3:19a. Vemos que Deus não compactua com o pecado, mas que a Sua repreensão e castigo não por sentença, é por AMOR. O Objetivo do Eterno na repreensão dos seus servo é traze-los para mais perto dEle, e não os por para LONGE, como alguns fazem (são líderes, pensam que podem tudo). 


Concluindo... Cristo, o Fundamento da Igreja

Até a próxima!!

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

"O Tempo de Deus"

"No terceiro dia, houve um casamento em Caná da Galileia. A mãe de Jesus estava ali. Jesus e seus discípulos também foram convidados. Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: "Eles não têm mais vinho". Jesus lhe disse: "Mulher, em que essa tua preocupação tem a ver comigo? Ainda não é chegada a minha hora". (Jo. 2: 1-4) [ BKJ Atualizada].

Graça e Paz à todos!

Amados e queridos leitores, fico muito feliz em poder mais uma vez ter a honra de poder falar um pouco a cerda de Jesus à todos.
No texto de hoje, vamos refletir sobre O TEMPO DE DEUS.

No livro de Ec. 3:1 diz: "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu". Estudando os evangelhos, podemos encontrar as três fases de Jesus:

  1. O Seu nascimento - quando Jesus nasceu houve grande alegria - estavam três pastores nos campos cuidando de seus rebanhos quando o anjo lhes apareceu e lhes anunciou que naquele dia, na cidade de Davi o Salvador, o Messias, o SENHOR havia nascido. No mesmo instante em que estavam ali, os três pastores e o anjo, veio do céu UMA GRANDE MULTIDÃO DO EXÉRCITO CELESTIAL que se juntaram ao anjo e começaram a LOUVAR  a Deus entoando: "Glória a Deus nos mais altos céus e paz na terra às pessoas que receberam a sua graça".(Lc. 2:14). Nessa primeira fase de Jesus, vemos o seu nascimento. Os evangelhos não relatam como foi a infância do Messias e nem a sua adolescência, porém como Ser Humano, sabemos que Jesus teve necessidades do carinho dos pais, a atenção dobrada da mãe e cresceu vendo o seu "pai", José, trabalhando na marcenaria. Jesus não veio ao mundo já adulto, Ele passou pelo processo do TEMPO, aprendeu a andar, falar, estudou, como qualquer criança. " Crescia o menino e se fortalecia, enchendo-se de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele". Lc.2:40. Vendo Lucas expressando que Jesus crescia enchendo-se de sabedoria e que a graça de Deus era com ele, derruba por terra a seguinte teses de certos "estudiosos" que dizem que: "Jesus na sua adolescência era rebelde como todos os adolescentes são, pois é uma fase de todo adolescente". Se enganaram! Jesus crescia se enchendo de sabedoria e, não de rebeldia.
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40   
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
  2. A Sua Adolescência - Todo ano Maria e José iam a Jerusalém para a Festa da Páscoa (Lc. 2:41). Ao atingir os seus 12 anos de idade, subiram à Jerusalém, segundo o costume da festa. Concluindo-se os dias da festa, seus pais voltaram,porém Jesus permaneceu em Jerusalém. Três dias depois o acharam no templo assentado no meio dos doutores, (Lc. 2: 41-52). Temos o costume de dizer: " vivemos num contexto diferente do contexto bíblico", concordo, mas não é a tudo que isso se implica. Olhemos para os adolescentes desta geração, é mais fácil encontrar a muitos em diversos lugares, menos no Templo. Se não ACORDARMOS para a realidade que Cristo nos ensina, o que será desta geração de adolescentes que dedica a maior parte do seu tempo em redes sociais, praticando esportes e outras coisas mais? Não é errado você acessar as redes sociais, praticar esportes, ir ao cinema, a um parque, mas não se pode é dar prioridade a tudo isso e deixar o Templo - falo aos adolescentes/jovens cristãos. Jesus crescia em estatura, graça, sabedoria diante de Deus e dos HOMENS. Ao mesmo tempo que Jesus (lembrando humanizado) crescia diante de Deus, crescia diante dos homens. Aos 12 anos uma criança judia já conhece a Torá ( os 5 primeiros livros da Bíblia - Gêneses à Deuteronômio). Desde minha conversão ao Eterno Deus, ouço muitos dizerem na igreja: "vamos orar pelos jovens/adolescentes, pois são os futuros obreiros", de fato temos que orar sem cessar, pois se os obreiros forem muitos jovens de hoje, teremos OBREIROS COM MINISTÉRIO FALIDO. Existem jovens/adolescentes que tem de fato PRIORIZADO o Reino de Deus, e vivem socialmente, mas muitos não querem Priorizar o Reino de Deus, deixando assim de lado a Obra do SENHOR.
  3. A Sua Fase Adulta - Após a eventual presença de Jesus no Templo, aos 12 anos, não se vê nenhum escrito de sua adolescência até os seus 30 anos quando aparece no rio Jordão diante de João Batista para ser batizado. Essa é a última fase de Jesus. Após ser batizado, Jesus segue cumprindo a sua Missão - Trazer o Reino de Deus aos homens e morrer por eles. Os profetas falaram a cerca do Messias, seu sofrimento, sua morte. Por onde Ele passava multidões O seguiam. Ele curou, libertou, salvou, devolveu a vida. Tudo conforme Seu Tempo. Jesus podia vir apenas como Deus, mas veio também como Homem. Ele sabe o Momento de agir. Ele sabe a Hora Certa de fazer aos coisas acontecer. No primeiro milagre de Jesus, em Caná da Galileia, Maria se aproxima dEle e diz: " Acabou o vinho. Ele responde: (...) "Ainda não é chegada a minha hora. (Jo. 2.3 e 4)" - neste momento Jesus falava de manifestar-se como Deus operando milagres. Quando "chega a hora" Jesus manda encher as talhas e transforma a água em vinho. Ao virem isso, os seus discípulos creram nele. (Jo. 2. 11).
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

    Lucas 2:40
    E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça


Assim como Jesus esteve no Tempo de Deus cumprindo tudo a seu tempo, conosco não é diferente, pois temos que estar dentro do tempo do Eterno. Nada acontece no nosso tempo, mas sim, no do Eterno e Soberano Deus. "Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. Hebreus 10:36.. Não adianta ter pressa, pois as coisas aconteceram conforme o Tempo de Deus. 

Que o SENHOR, em Nome de Jesus lhes abençoe!! 







segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

"Vinde após mim,(...)"

Shalom meus queridos!!
 
 
Espero em Deus, o nosso SENHOR, que estejam bem.
 
Estava meditando hoje em Mt. 4:18-20: " Caminhando junto ao mar da Galileia, viu dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, que lançavam as redes ao mar, porque esram pescadores. E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então deixaram imediatamente as redes e seguiram".
Aleluia... O meu coração se alegra no Eterno ao refletir nesses versículos, não poderia deixer de dividir com vocês este momento. Aleluia!!
 
Quero separa por ponto:
 
  1. " Caminhando junto ao mar da Galileia, viu dois irmãos,(...)" - Jesus ouvindo que João Batista tinha sido preso, volta para a Galileia, pois estava em Nazaré (Mt. 4. 12,13). O encontro de Jesus com Pedro e André não foi por acaso. Com certeza haviam vários pescadores alí, quem sabe até mais experientes que os dois irmãos, mas foi a Pedro e André que o SENHOR chamou. Para os dois irmãos seria mais um dia de trabalho, pois a rotina era essa - pescar -, mas para Jesus, aquele era o dia do chamado - pescador de homens. O objetivo dos irmãos era voltar com uma grande quantidade de peixes, vendê-los e voltar para casa. O objetivo de Jesus era convocá-los para A Missão. Pedro e André não tinham noção de que aqule dia as suas vidas iriam mudar, ter um rumo, um destino totalmente diferente do que eles imaginavam. Assim como Davi, que Deus tirou de atrás das ovelhas para reinar em Israel; assim como o Eterno fez com Gideão tirando lá do lagar e o pôs à frente de Israel para os libertar das mãos dos midianitas, fez com Pedro e André os tirando do mar. O Eterno e Soberano Deus via Davi no campo, nos desertos, vales; também viu Gideão malhando o trigo no lagar para o por a salvo dos midianitas - uma atitude sábia; e vê Pedro e André lançando as redes ao mar.
  2. "Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens." - O Chamado - é importante salientar que Jesus não os OBRIGOU seguí-lo, mas convidou-os. Pedro e André tinham o direito de escolher, seguí-lo ou não. Pergunto (sei que vou responder - rsrsrsrsrs): Eles eram obrigados? NÃO! Jesus já havia se manifestado como o Messias? NÃO! Tinha feito algum milagre para que eles (Pedro e André) pudessem seguí-lo? NÃO! Quando olho para esse texto, me pergunto o que está acontecendo com esta geração, a geração de pregadores, de líderes, que tentam convencer as pessoas de todas as formas e muitas vezes MENTINDO para atrair atrai-las. INVENTAM inúmeras coisas para manter os templos cheios - visando não salvar vidas, mas sim, mantê-las alí para em número acrescentar os cofres dos templos. Mensagens sem CRUZ, sem RENUNCIA. Jesus não precisou de inventar nada, fazer arrumadinho para os dois irmãos atender o seu chamado, Ele apenas disse: Vinde após mim. Aleluia... Jesus não ofereceu dinheiro, uma posição entre os judeus, a cadeira de Moisés, nada que - como nos dias de hoje muitos líderes oferecem à muitos - enchesse a vista deles. Ao seguí-lo, seriam apenas PESCADORES DE HOMENS, um título não desejado por muitos nesta geração, pois infelizmente muitos vizam comércio no meio do povo de Deus - a igreja.
  3. "Então deixaram imediatamente as redes e seguiram" - Não questionaram, largaram as redes e o seguiram. Hoje, vejo pessoas dizerem: "Eu, pregar? Já mais!". "Ser líder de jovens? Deus me guarde!". Não querem assumir o compromisso com a Obra do Rei. Mas, aqueles que de fato Ouvem a Voz do Galileu (Jesus) atende. Deixa tudo e O segue. Atenção: Tudo aquilo que sirva de impedimento na propagação do Reino de Deus. Já pensou Pedro e André andando com as redes nas costas pregando o evangelho? As vezes, até uma profissão interfere na obra, então, é preciso deixa-la. Aí você pergunta: E como vai sobreviver? Se o Eterno chamou Ele se responsabiliza. Não estou dizendo pra você deixar o seu emprego e sair por aí pregando. Mas se Ele manda, obedeça. Tem muitos hoje anadando para cima e para baixo com as redes nas costas, cansados, reclamando dizendo: É difícil ser crente! Dificil é você querer largar as redes e seguí-lo. Pense nisso!!
 
Oração:
Pai, Eterno e Soberano, em nome de Jesus oro, não sei como está o coração deste leitor, mas sei que Tú o sabes. Rogo, o SENHOR, que segundo as misericórdias do Eterno esta pessoa possa ser tocada pela tua Palavra e se renda ao teu Chamado.
 
Em nome de Jesus, eu oro!
Amem!!
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *